Blogroll

25 de set de 2008

MAS VEJA QUE BESTEIRA!



Desde que forçou a Primeira Grande Guerra com vista em acabar de vez com as monarquias européias, asiáticas e sul-americanas e implantar a "democracia à la América do Norte", os EUA vem enfrentando enormes crises desde 1929 como a quebra da bolsa de Nova Iorque. Os EUA e a União Européia, como têm as economias "desenvolvidas", leia-se: são ricos, ficam preocupados com essa crise que dá os primeiros suspiros primeiramente porque sua classe média pode vir a acabar; é essa mesma classe média que dá os votos a Bush e é essa mesma classe média que trabalha nos grandes bancos falidos que Bush irá ajudar com R$700 bilhões de dólares.

Depois de esclarecido esta parte da problemática, olhemos para a capa dessa revista que erroneamente "faz a cabeça" de boa parte da população brasileira e vejamos o tamanho da besteira que os editores da mesma querem vender à nossa classe média como se ela já não andasse alienada o suficiente. Porque defender um sistema econômico que ganha bilhões e bilhões apenas ESPECULANDO!?

É ético e moral agir assim apenas para garantir a supremacia bélica? E por que o mundo aceita tudo calado!?A citada revista soa ingênua e desinformada. Ou melhor, indutora e promotora de informações falsas. Os norte-americanos não me salvaram, nem à você, nem a ninguém exceto os bancos americanos. Se eles deixam os bancos americanos quebrarem, o prejuízo é só deles. Aí entram aqueles almofadinhas falando economês e afirmando que os EUA dividiram a recessão com o mundo! Besteira! O Brasil não depende de ninguém para manter suas reservas energéticas - petróleo - nem exporta tanto assim para os EUA.

A China não está nem aí para a crise e a Índia depende mais do Reino Unido do que dos norte-americanos. Por que deixar se abalar por meia dúzia de bancos que estão prestes a falir simplesmente porque torraram seu dinheiro!? Por que os norte-americanos querem a todo custo, usando essa imprensa vendida, que nós acreditemos que sempre seremos escravos dependente deles. Palmas a nosso presidente, que num sinal de bom senso declarou: "Se eles (os norte-americanos) querem ganhar dinheiro sem recessão que comecem a investir em coisas melhores e não em ESPECULAÇÃO."

É a economia da mentira, sustentada pela imprensa vendida mundial.

Walter Jr.
Redator Chefe

4 Deixe seu comentário:

A Revista Veja é uma piada em vários aspectos. Pouca coisa se salva nela, infelizmente, pois é a revista mais lida do Brasil.

Meu caro, Walter: Como é que você quer formar opinião com tanta informação errada? Você realmente acha que bancos de investimento representam a classe média Americana? Foram os representantes republicanos (o dos eleitores de Bush)que impediram que o pacote de socorro fosse aprovado. Justamente porque os representates públicos nos EUA, não como no Brasil, escutam seus eleitores que em sua maioria acredita no livre mercado e acham que o povo americano não deve arcar com os erros de banqueiros ricos ( e não da classe média como você se refere em seu artigo). A necessidade de socorrer os bancos vem a contra-gosto mas as consequências são claras: Você deve ter observado a reação do dolar e das bolsas em todo o Mundo no dia 29, principalmente no Brasil, cujo presidente faz de conta que não enxerga que a saúde de sua economia é dependente, sim, da saúde da economia americana.
Essa crise que nós estamos presenciando se deu pelo credito barato, que facilitou o financiamento de casas, carros e dividas, o que acabou inflacionando preços e fazendo com que o cidadão comum devesse mais em seus bens do que esses mesmos bens valiam. A falta de crédito estanca a economia americana, que por exemplo, para de importar produtos da China, que para de comprar matéria prima do Brasil, que faz com que essa crise seja uma crise mundial. Só para terminar, esse mesmo fenômeno de credito fácil está acontecendo agora mesmo no Brasil, e se você guardar essa mensagem, vai ver o que vai acontecer com o nosso pais, que não possui $700 bilhões de dollares para salvar sua economia.

"A falta de crédito estanca a economia americana, que por exemplo, para de importar produtos da China, que para de comprar matéria prima do Brasil, que faz com que essa crise seja uma crise mundial."

Meu amigo, a China não vai parar de comprar do Brasil pq o EUA vão DOMINUIR suas compras. O mercado é mundial e não apenas americano.

Vc deve fazer parte da classe média daqui q depende diretamente dos americanos. O Brasil pe forte o suficiente.

"Só para terminar, esse mesmo fenômeno de credito fácil está acontecendo agora mesmo no Brasil, e se você guardar essa mensagem, vai ver o que vai acontecer com o nosso pais, que não possui $700 bilhões de dollares para salvar sua economia."

Vc é um cara q é defensor da política americana q sempre desboca em crises. O Brasil tem dinheiro para frear esse monte de ESPECULÇÃO e não estou nem api se um monte de rico quebrar, pois assim eles e vc verão o mundo de outro ângulo, o ângulo do pobre. Pra mim evolu~ção naum tem haver com riqueza fabricada na mentira e se tiver q quebrar o país pra se livrar do capitalismo, q seja bem vinjda a crise, prefiro um país agrícola, sem capitalismo jpa q com ou sem ele os POVO continua sem escola de qualidade, sem saúde, sem segurança sem tudo isso q só vcs ricos possuem e querem defender a todo o custo suas vidinhas à lá EUA.

Meu caro, Walter: Como é que você quer formar opinião com tanta informação errada? Você realmente acha que bancos de investimento representam a classe média Americana? Foram os representantes republicanos (o dos eleitores de Bush)que impediram que o pacote de socorro fosse aprovado. Justamente porque os representates públicos nos EUA, não como no Brasil, escutam seus eleitores que em sua maioria acredita no livre mercado e acham que o povo americano não deve arcar com os erros de banqueiros ricos ( e não da classe média como você se refere em seu artigo). A necessidade de socorrer os bancos vem a contra-gosto mas as consequências são claras: Você deve ter observado a reação do dolar e das bolsas em todo o Mundo no dia 29, principalmente no Brasil, cujo presidente faz de conta que não enxerga que a saúde de sua economia é dependente, sim, da saúde da economia americana.
Essa crise que nós estamos presenciando se deu pelo credito barato, que facilitou o financiamento de casas, carros e dividas, o que acabou inflacionando preços e fazendo com que o cidadão comum devesse mais em seus bens do que esses mesmos bens valiam. A falta de crédito estanca a economia americana, que por exemplo, para de importar produtos da China, que para de comprar matéria prima do Brasil, que faz com que essa crise seja uma crise mundial. Só para terminar, esse mesmo fenômeno de credito fácil está acontecendo agora mesmo no Brasil, e se você guardar essa mensagem, vai ver o que vai acontecer com o nosso pais, que não possui $700 bilhões de dollares para salvar sua economia.