Blogroll

7 de jan de 2010

Cine Mais Cultura em Alagoas

Estado terá 15 novos espaços para exibição e difusão da cinematografia nacional

Estão abertas as inscrições para o edital Cine Mais Cultura em Alagoas, que selecionará 15 iniciativas voltadas à exibição de obras audiovisuais. O investimento é de R$ 225 mil, sendo 66% recursos federais e 33% de contrapartida do governo estadual. As propostas devem ser enviadas até 6 de março de 2010 para a Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Praça Marechal Floriano Peixoto, 417, Centro, CEP 57020-090, Maceió, Alagoas). A ficha de inscrição e o edital estão disponíveis nas páginas eletrônicas do Ministério da Cultura, do Programa Mais Cultura e do Governo do Estado. O resultado da seleção será divulgado no Diário Oficial da União, no Diário Oficial do Estado e nos respectivos sites citados.

Podem concorrer ao edital entidades privadas sem fins lucrativos que desenvolvam ações de exibição de obras audiovisuais e contribuir para a formação de plateias e o fomento do pensamento crítico, tendo como principal base obras audiovisuais brasileiras.

As iniciativas selecionadas receberão kit com telão (4mx3m), aparelho de DVD player, projetor digital, mesa de som de quatro canais, quatro caixas de som, amplificador, dois microfones sem fio, dentre outros equipamentos. Também poderão escolher até 104 DVDs de obras brasileiras do catálogo da Programadora Brasil (filmes de ficção, documentário e animação em curta, média e longa metragem).

Cine Mais Cultura - A ação do Programa Mais Cultura visa democratizar o acesso à cinematografia nacional e apoiar a difusão da produção audiovisual brasileira por meio da exibição não comercial de filmes. A prioridade é atender localidades rurais e urbanas que não possuem salas de cinema, localizadas nos Territórios da Cidadania e nas periferias dos grandes centros urbanos.

Segundo dados do Anuário de Estatísticas Culturais 2009, Alagoas possui apenas sete salas comerciais de cinema, todas concentradas na capital. É o pior índice entre os estados da Região Nordeste.

No Brasil, os cinemas comerciais estão concentrados em somente 8% do território nacional. “Há uma quantidade muito reduzida de obras audiovisuais brasileiras exibidas na TV aberta. Ou seja, a maioria dos filmes produzidos no país permanece inédita para grande parte da população”, ressalta Silvana Meireles, coordenadora executiva do Programa Mais Cultura.

Capacitação – Além de equipamentos e acervo, o Cine Mais Cultura realiza oficinas de capacitação cineclubista com o objetivo de qualificar de maneira prática os participantes para a realização de programação, divulgação e debates das sessões; apoiar a formação dos oficinandos com introduções à história do cinema e linguagem cinematográfica; e oferecer informações sobre questões relevantes e atuais relativas à atividade exibidora como direitos autorais e sustentabilidade. Outra meta é estimular os responsáveis pelos Cines Mais Cultura ao diálogo com a comunidade local para a participação efetiva nas atividades. O trabalho é desenvolvido com apoio de um manual produzido em parceria com o Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros (CNC).

Parceria Mais Cultura – O edital é fruto de uma parceria entre o MinC e o governo do estado para a implantação descentralizada das ações do Mais Cultura. O Programa – que integra a Agenda Social do Governo Federal e marca o reconhecimento da cultura como necessidade básica e importante vetor para o desenvolvimento social, econômico e sustentável do país – tem como principal objetivo ampliar a oferta de equipamentos e serviços culturais à população.

Fonte: Ministério da Cultura.

Link para edital e formulários:
Editais Ministério da Cultura.

1 Deixe seu comentário:

será que estes investimento repentino do governo federal tem haver com o filme de LULA ou é apenas mais uma jogada eleitoral?