Blogroll

22 de nov de 2008

FILMES

E SUA MÃE TAMBÉM

Y Tu Mamá Tambiém

México, 2001. Drama. Direção: Alfonso Cuarón. Roteiro: Alfonso Cuarón e Carlos Cuarón. Música: José Enrico Fernandez Camilo Lara. Fotografia: Emmanuel Lubezki.


As vidas de Julio e Tenoch, como as da maioria dos garotos de 17 anos, são controladas por seus hormônios, suas amizades e pelo desejo precipitado de se tornarem adultos.

Durante uma tarde festiva com suas famílias, eles conhecem Luisa, uma espanhola onze anos mais velha, e começam a flertar com ela de brincadeira, eles a convidam para acompanhá-los numa viagem de carro até uma praia chamada Boca del Cielo (Boca do Céu), deixando de mencionar que eles não saberiam chegar a esse lugar mesmo se ele existisse. Luisa dispensa os garotos e cada um segue o seu caminho, o incidente é rapidamente esquecido.

Depois, Luisa recebe notícias que a deixam muito decepcionada e que a fazem pensar numa mudança total em sua vida. Ela procura os garotos e aceita o convite de ir à praia. Os três vão para a estrada juntos; seu destino não é bem a Boca del Cielo, mas sim aquele lugar estranho e ilusório em nossas vidas, que existe dentro de cada um de nós, onde a inocência, a sexualidade e a amizade colidem, onde temos nossas reflexões, sejam elas profundas ou não, e a fase adulta está ali esperando para juntar os pedaços que deixamos pelo caminho. Em alguns momentos o enredo parece um pouco insosso, meio infantil ou até mesmo sem graça, mas nada que tire os méritos deste bom filme.

Durante todo o filme, há um narração em off, que pode incomodar alguns espectadores, mas me chamou a atenção, ficou bem interessante. O filme fica totalmente mudo para que alguma informação seja dita, tanto sobre os personagens ou fatos que ocorreram em determinado lugar pelo qual estejam passando com o carro. Recurso já foi usado em alguns outros bons filmes, é só prestar atenção.

O filme conta com um elenco talentoso. Gael Garcia Bernal, que atuou em “Diários de Motocicleta” – 2002 – e em “Ensaio Sobre a Cegueira” (Blindness) - 2008, no papel de Julio. Diego Luna, na papel de Tenoch, que pode ser reconhecido por atuações secundárias em filmes como “O Terminal” – 2002 – onde atuou ao lado do Tom Hanks e “Frida”.

A direção foi do mexicano Alfonso Cuarón, responsável por alguns filmes muito conhecidos, como o “Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban” – 2004 – e “Filhos da Esperança” – 2007.

Wenndell Amaral

0 Deixe seu comentário: