Blogroll

16 de dez de 2008

EMAIL: Câmara Municipal: a arte de não fazer nada.

Até poucos dias atrás, tudo andava as mil maravilhas, pelo menos para mim que sou um desconhecedor do cenário político palmarino. Em uma de minhas andanças por blogs, visitei um de autoria de uma pessoa da nossa querida cidade. Avistei uma notícia que me surpreendeu muito, tratava-se da PEC que vai aumentar o número de vereadores (leia-se pau-mandados) em “nossa” Câmara Municipal. Nossa?

A princípio tínhamos nove vereadores eleitos pelo povo na última eleição que se realizou em outubro deste ano, cinco já bastaria, não fazem nada mesmo. É, tem até alguns que fazem algo, não posso generalizar. A minoria infelizmente. Desses nove, seis são novos, existem ainda algumas pragas que irão demorar a sair de lá, aos poucos o povo vai dedetizar o que resta.

Fiquei sabendo alguns nomes que poderão assumir em 2009, três deles já foram vereadores. Dentre os três, desconheço um projeto sequer que tenha sido destinado a população, o que conheço de alguns destes são frases, tais como: “...enquanto eu tiver dinheiro, não perderei uma eleição aqui...”, parece que o dinheiro foi pouco. De outro sei apenas que faz algumas viagens internacionais, prefere o frio de Bariloche ao ar-condicionado do seu gabinete na “falida” Câmara Municipal de União dos Palmares.

Dois nunca foram eleitos, um deles quase conseguiu se eleger, já foi teve uma secrétaria em suas mãos, mas a Câmara é o sonho. Outro, nunca tinha ouvido falar, nem quero. O último, quando teve nas mãos a presidencia da Casa, não honrou como devia, agora está chorando o leite derramado.

Querem monopolizar a Câmara Municipal. Ouvi de uma fonte, que um vereador em União chega a ganhar R$ 10.000,00 (dez mil reais), sendo destes quase R$ 7.000,00 de salário, o restante é de um tal de CPF (comissão por fora). Desse jeito quem não quer ter ao menos um mandato na “nossa” Câmara. Dessa forma sustentam muito bem suas viagens, chácaras, língua...

Quando o povo dá o troco nesses políticos, vem o governo e nos prega uma peça.
Espero estar vivo para ver mudanças acontecerem em nosso municípioo. Indignidade total.

“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto.” (Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)

Sem mais.

Dallas Diego
Graduando em Agronomia pela Universidade Federal de Alagoas.

0 Deixe seu comentário: