Blogroll

8 de fev de 2009

EDITORIAL:

Ontem foi postado um texto que cobrava mais transparência do secretário de Cultura do município de União dos Palmares, o sr. Elson Davi. Pois bem, quem acompanha o blog sabe que não foi o primeiro e provalvemente não será o último texto sobre a citada pessoa. "Implicação!" "Perseguição!", quem sabe até ouçam-se os gritos "inveja!". Qualquer que seja o sentimento negativo levantado pelos pobres de espírito nunca se relacionou com a divulgação de textos sobre Elson, pelo simples motivo - que até o nobre Secretário esquece - é que agora ele é uma pessoa pública, um homem do povo, sustentado pelo povo e indiretamente eleito pelo povo. Ele é o secretário de Cultura.

"Mas afinal, porque o TM está se justificando?"

É o seguinte estimados - poucos mais fiéis - leitores: depois do citado texto, Elson Davi procurou o pai de um dos colaboradores do blog - o conhecido Sr. Amaral - tirando satisfações, querendo saber quem tinha escrito, e acusando os filhos do mesmo de terem o ofendido, blá, blá, blé, blé.

Nós aqui somos - ou tentamos ao máximo - sermos democráticos. Somos radicais, pois temos base para nos defendermos e isso assusta novos e antigos leitores. Tem gente que entra uma vez, acha o blog digamos muito agressivo, pesado, e não volta mais. Mas existem aquelas pessoas que gostam, assim como a gente, de pensar, filosofar, sobre cada passo que a vida nos proporciona, nos esforçando para seguirmos uma vida melhor, para nós e para nossos co-irmãos.

Digo isso porque várias pessoas que hoje escrevem aqui, um dia já conviveram intimamente com o hoje sec. de Cultura, Elson Davi. Alguns anos atrás, é verdade, mas não é nada que se esqueça, afinal não foram poucos os anos de convivência. E o que unia as pessoas que fazem o blog e o secretário, era a vontade de fazer algo bom, algo verdadeiro, descartando a hipocrisia que já reinava em União.

E cada um ia fazendo do seu jeito, todos com aquela sinceridade de atos dignos dos adolescentes que tiram para si uma causa e a levam quase como uma religião. Elson, agia capitaneando a Escrúpulo Douda junto com Anderson, que na época tinha ideologia - ou pelo menos aparentava ter - formada e as letras encantavam dentro da pasmacera cultural que por incrível que pareça já foi melhor que a de hoje em dia. Éramos jovens. Outros que aqui escrevem tinham bandas também, mas não se interessaram em profissionalizar-se. E outros já editavam jornais independentes. Como disse antes, cada um a sua maneira ia tentando mudar a cidade. Shows foram realizados - quem não lembra do Garagem do Rock - e o tempo foi passando. Os interesses pessoais levaram vantagem perante o coletivo. O que unia os jovens sumiu.

Elson Davi fez parte disso tudo. Ele viu como se deve e como não se deve gerenciar eventos culturais. Ele é um cara inteligente. Sempre quis usar sua inteligêcia para a política, conseguiu. Do mesmo jeito que ele conseguiu o que queria sendo sec. de Cultura, nós aqui do TM conseguimos o que queremos quando podemos exercer a cidadania que tantas vidas custou, para cobrar uma evolução na cultura. Se cobramos da Secretaria de Cultura, é porque esse é o tema central do zine/blog: CULTURA. "Porque não cobrávamos da antiga secretária?" dirão alguns... Simplesmente porque ela não daria ouvidos. E sabemos que Elson, inteligentemente, lê esse blog. As dicas não são para prejudicar o Município e sim para melhorar.

Já dissemos, inclusive na rádio Zumbi 87,9 FM, que todos os citados aqui tem o direito de resposta garantido. Se você, Elson Davi, acha que somos tão pequenos que não merecemos uma resposta de Secretaria de Cultura - que são empregados do povo, é um pensamento seu e deve ser respeitado. Mas então, porque ligar para o Sr. Amaral? Muito incrongruente o senhor, seu Elson.

Todos que fazem o TM, idolatrámos acima de tudo essa terra onde tu pisas. Queremos só o melhor para ela e acho que é assim que o prefeito Kil pensa também, afinal colocou quem ele achou melhor capacitado para tal, portanto, faça mais do que vem fazendo, afinal, você é capaz. Elson, vê se não troca o garoto com ideologia que existiu antigamente dentro de você pelo homem mediano sem ideologia alguma a não ser a ideologia da própria sobrevivência, ainda mais sendo um homem do povo agora; seria mais uma incongruência.

Walter Jr.
Fevereiro, 2009.

3 Deixe seu comentário:

Pois é, não podemos mais nos espressar pelo todo falando em nome de todos, e sempre prestei atenção que sempre se usou o TM para expressar o que todos pensam. Só que agora isso tá prejudincando alguns e por isso não se pode mais expressar uma coisa que todos do TM acham explicitando-a coletivamente. A opção que sobra é se tornar cego perante barbaridades que acontecem e se tornar analfabetos políticos. Tão ditando até o que se pode colocar no blog, o negócio agora é centrar o foco no objetivo do blog que é levar cultura pra quem quer se tornar culto e esquecer de cobrar e de ficar de olho nos atos dos nossos administradores diretos e indiretos, afinal é de se perceber que quem pode, pode e quem não pode se sacode, aqui não se altera nem um e-mail que mandam, mais opiniões que deveriam ser coletivas agora devem ser responsabilizadas e apontadas. É simplesmente uma pena, e o engraçado é que se o blog fosse feito para essas pessoas que entram e o acham radical demais então não teriamos as mais de 8 mil visitas que constam.
Então se ninguém quer se prejudicar em algum aspecto, o certo é postar alguns poemas e penasamentos sobre a vida.

O texto não deveria ter sido retirado. Respostas que fossem dadas por quem achava que tinha esse direito.