Blogroll

17 de mai de 2009

ÚLTIMAS:

Tiborna está matando as espécies da Lagoa Mundaú

Pescadores denunciaram, com exclusividade, ao Alagoas em Tempo Real, o erramamento de tiborna na lagoa Mundau, que começa a matar os peixes. José dos Santos, filiado a Colônia de Pescadores Z- 3, do Pontal da Barra, falou sobre a situação.

"Algumas usinas aproveito a estação chuvosa para jogar água na lagoa ausando a morte dos peixes e até o momento ninguém faz nada para conter esse crime ambiental que vem causando desequilibrio do eco-sistema, além de deixar os pescadores preocupados, já que sem o pescado não há como conseguir o sustento da família".

O pescador ainda afirmou que há uma necessidade urgente para que se drague a lagoa, mas infelizmente isso não está acontecendo. Existe um projeto com quase 70 anos de existência, que era do ambientalista Paulo Pedrosa, que quando vereador há mais de meio século, vinha advertindo da necessidade da dragagem.

Na madrugada de ontem, pescadores que trabalhavam na lagoa Mundau, ficaram surpeendidos com a grande quantidade de Mandins mortos. Os cardumes todos alevinos quando grades, deveriam alimentar milhares de famílias carentes, mas foram mortos pelas águas das tibornas localizadas próximas aos leitos do rio. "Como podemos ver, a água da lagoa está apresentando uma cor idêntica ao caldo da cana e não temos mais dúvidas trata-se de tiborna", disse o pescador Valter dos Santos.

Fonte: Alagoas 24 Horas


Adeus Mundaú...


---

Chuvas deixam mais de 342 mil vítimas no país


Mais de 342 mil pessoas foram vítimas de desastres provocados por chuvas fortes e enchentes em todo o País, segundo os dados divulgados na sexta-feira, 15, pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional. São 226.224 pessoas desalojadas (que estão hospedadas com amigos ou familiares) e 116.007 desabrigadas (que tiveram de deixar suas casas e dependem de abrigos públicos).

Conforme o boletim, 44 pessoas morreram por causa dos desastres em oito estados: 15 no Ceará, nove no Maranhão, sete na Bahia, sete em Alagoas, duas na Paraíba, duas em Sergipe, uma em Pernambuco e uma em Santa Catarina. Ainda de acordo com a Sedec, os danos causados pelo excesso de chuva atingiram 391 municípios localizados em 13 Estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Acre, Amazonas, Pará e
Santa Catarina. As notificações das coordenadorias estaduais de defesa civil indicam que 1.339.113 pessoas foram afetadas pelo desastre natural nesses Estados.

A Sedec enviou às vítimas ajuda na forma de cestas de alimentos, material de limpeza e kits de abrigamento. Foram disponibilizadas 139.150 cestas de alimentos de 23 quilos cada, compostas por arroz, feijão, açúcar, óleo, leite em pó, farinha de mandioca e macarrão. Um total de 1,4 milhão de itens como colchões, cobertores, travesseiros, fronhas, lençóis, filtros, lonas e mosquiteiros foram enviados às regiões onde a chuva fez estragos.

No Nordeste, o Maranhão é o Estado que tem o maior número de municípios atingidos, com 88; seguido pelo Ceará, com 79; o Piauí, com 40; a Paraíba, com 28; o Rio Grande do Norte, com 26; o Pernambuco, com 13, a Bahia, com 11; o Sergipe, com oito e o e Alagoas, com cinco.

Fonte: MSN Noticias

Enquanto o povo passa apuros os deputados se esforçam apra conseguir milhares de cargos comissionados pra continuar roubando descaradamente nosso dinheiro... Custava esse bando de urubus fazerem projetos para casas populares, para revitalização das áreas de risco e degradadas? Custava sim: o tempo e o dinheiro que eles teriam pra roubar seria encurtado.

---

Lula amplia acordos estratégicos com Arábia Saudita

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou na noite deste sábado em Riad novos acordos com o rei da Arábia Saudita, Abdullah Bin Abdulaziz Al Saud, que abrangem "todos os setores econômicos como o petrolífero, industrial, de investimentos e turismo".

Os acordos foram assinado a portas fechadas no Palácio Real, residência do rei, e abrem a possibilidade de amplos investimentos mútuos nos próximos anos. Segundo o Itamaraty, os acordos incluem ainda o desenvolvimento científico, tecnológico, hídrico, elétrico e de infra-estrutura, o que abriria caminho para empresas brasileiras e pessoas físicas interessadas em entrar em projetos bilionários que a Arábia Saudita planeja em seu território.

O governo brasileiro negocia um amplo acordo de livre comércio entre o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC, na sigla em inglês) e o Mercosul. O GCC foi idealizado pela Arábia Saudita e é formado ainda por Emirados Árabes Unidos, Omã, Kuwait, Bahrein e Catar. Ainda no sábado, o presidente Lula teve um encontro com o secretário-geral do GCC, Abdul Rahman al Attiya. As negociações foram iniciadas em 2005, durante a 1ª Cúpula América do Sul Países Árabes (ASPA) e retomadas durante o segundo encontro da ASPA em Doha, no Catar, em março deste ano.

Fonte: BBC Brasil

Tomara que entre esses acordos, tenha sido fechado algum comprometimento secreto para que o Brasil possa também construir sua bombita atômica... Só assim seremos respeitados pelos ricos, à força.

---


Anthony Hopkins volta a viver Hannibal Lecter



De acordo com o " New York Post", a Universal Studios vai trazer de volta o personagem que deu o Oscar de Melhor Ator à Anthony Hopkins em "Silêncio dos Inocentes".

Um porta-voz do estúdio afirmou que a parceria entre Hopkins e o diretor Ridley Scott, que dirigiu "Hannibal", outro filme da saga, será mantida, pois os dois estão "ligados ao projeto e o roteiro é muito bom".

A produção irá adiante mesmo que a atriz Jodie Foster, que viveu a agente do FBI, Clarice Starling, em "Silêncio dos Inocentes", não confirme a participação.

Esta não é a primeira vez que Foster não participa da saga. Em "Hannibal", o papel foi vivido por Julianne Moore. De acordo com o jornal, a atriz Cate Blanchett ("O Curioso Caso de Benjamin Button") e outra não identificada podem ficar com a personagem. Hopkins também viveu o psicopata no filme "Dragão Vermelho".

Fonte: MSN Noticias

Walter Jr

0 Deixe seu comentário: