Blogroll

2 de jul de 2009

ÚLTIMAS:

Repórter do "CQC" é agredido por seguranças de Sarney

Que os parlamentares de Brasília nunca foram muito com a cara dos engravatados do "CQC" todo mundo já sabe. Mas daí partir para a violência já é demais, né? O repórter Danilo Gentili, do programa da Band, foi derrubado pelos seguranças do presidente do Senado, José Sarney, nesta quarta-feira na capital federal. Segundo a assessoria de imprensa da emissora, o repórter, coincidentemente, chegou ao Congresso Nacional junto com o presidente do Senado. Gentilli perguntou a Sarney como ele se sentia em "não ser tão poderoso quanto se pensava". Foi o que bastou para ser agredido com socos e empurrões por um dos seguranças do político.

Mesmo assim, o repórter insistiu e continuou as perguntas. Logo após Sarney se afastar, um segundo segurança agarrou o repórter por trás e o jogou no chão. Ainda de acordo com a assessoria, tudo foi filmado e deve ir ao ar na próxima segunda-feira (6). A Band também pretende se manifestar sobre o ocorrido no jornal da emissora. No Twitter, Danilo confirmou a informação. "O segurança do Sarney acabou de fazer comigo o que queriam fazer com ele: me derrubou! Apanhei feio!", postou o repórter. Recentemente José Sarney impediu que os integrantes do programa entrassem no Senado, mas teve que voltar atrás da decisão. O político está sendo acusado de favorecimento de parentes e amigos. Através de "atos secretos", Sarney teria criado cargos, aumentado salários, e nomeados funcionários sem divulgar na publicação oficial.

Fonte: MSN Noticias

---

CCJ aprova 230 novas varas federais e 8,5 mil cargos

Em meio à crise no Senado, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou hoje a criação 230 novas varas federais e de 8.510 cargos e funções comissionadas. O projeto foi aprovado em caráter terminativo, não precisa ser votado pelo plenário do Senado, e irá à sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, caso haja recursos de um décimo de senadores pedindo para que a proposta seja apreciada em sessão plenária pelos 81 senadores. O projeto, que foi elaborado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), prevê a implantação gradativa das 230 varas federais entre 2010 e 2014.

Serão criados 8.510 cargos: 5.060 efetivos, 230 comissionados e 3.220 funções comissionadas. Aprovado em meados de junho na Câmara, o projeto estabelece que as vagas serão preenchidas majoritariamente por concurso público. A localização das varas será decidida pelo Conselho da Justiça Federal, vinculado ao STJ. No total, as novas varas federais terão 230 juízes titulares, 230 substitutos, 2070 analistas judiciários, 2530 técnicos judiciários, 230 chefes de cartório e 3220 funções comissionadas.

Fonte: MSN Noticias

Walter Jr

0 Deixe seu comentário: