Blogroll

30 de jul de 2009

Wado - Atlântico Negro

Wenndell Amaral

O cantor e compositor Wado, apesar de não ser natural de Alagoas, está elevando o nome do estado em se tratando de música. Atlântico Negro é o nome do 5º Cd de Wado, veio depois do ótimo Terceiro Mundo Festivo, de 2008, trabalho que figurou e figura até hoje em dezenas de listas de melhores álbuns, inclusive de gente com "gabarito" musical atestado. Wado não deixou a peteca cair, e com Atlântico Negro a qualidade continua a mesma, uma bela surpresa para quem tinha grandes expectativas.

O nome do Cd é uma menção ao conceito sociológico de Paul Gilroy: Black Atlantic. Diz respeito às estruturas transnacionais que deram origem a um sistema de comunicações globais marcado por trocas culturais, num complexo entrelaçamento, deixando de lado a procura da "raiz original". O conceito do sociólogo foi transferido ao trabalho de Wado através de ritmos e assuntos referentes à música criada no trânsito entre África e América, o afoxé, o funk, samba e o reggeaton.

Depois de um primeiro show de lançamento realizado em praça pública na cidade de Arapiraca, Wado lançará seu 5º Cd nesse dia 01 de agosto em Maceió, no Armazém Usina, em Jaraguá, com a participação da banda Gato Zarolho e DJ Coelho. Atlântico Negro contou em sua gravação com a participação de Curumim, de São Paulo, Rômulo Froes, o grupo Chama Luz, a violoncelista Miran Abs e o guitarrista e compositor da banda Mopho, João Paulo. Este último estará no show de lançamento em Maceió. O preço da entrada é de R$ 15 e dá direito ao Cd.

Os próximos shows de Wado serão em Viçosa, no dia 08 e Maragogi, no dia 29. Entre essas apresentações em Alagoas, Wado se apresenta em Triunfo, em Pernambuco, no dia 04 e São Paulo, no dia 07.

Sítio oficial do CD Atlântico Negro: http://www2.uol.com.br/wado
No sítio você pode fazer o download gratuito do Cd inteiro, e o arquivo vem com a capa e contra capa.

5 Deixe seu comentário:

Ah, sinceramente, eu achei o cd muito fraco : x
Desde que ele toca sem o antigo Realismo Fantástico que a qualidade caiu

Não acho que a qualidade tenha caído, acho que ele enveredou por outros caminhos, que talvez para o nosso ponto de vista tenham sido um pouco errôneos.

Gostei desse novo Cd dele, mas o meu preferido ainda continua sendo o A Farsa do Samba Nublado, dele e do Realismo Fantástico.

Acerta quem afirma que o Wado está enveredando por outros caminhos (comerciais), premido pela necessidade de viabilizar sua arte, por exemplo, através da captação da verba do Projeto Pixinguinha, como aconteceu com a temporada de shows do Atlântico Negro. Mas salvam-se excelentes músicas no disco, e aguarda-se que Wado retorne aos caminhos do início.

Acerta quem afirma que o Wado está enveredando por outros caminhos (comerciais), premido pela necessidade de viabilizar sua arte, por exemplo, através da captação da verba do Projeto Pixinguinha, como aconteceu com a temporada de shows do Atlântico Negro. Mas salvam-se excelentes músicas no disco, e aguarda-se que Wado retorne aos caminhos do início.

Ah, sinceramente, eu achei o cd muito fraco : x
Desde que ele toca sem o antigo Realismo Fantástico que a qualidade caiu