Blogroll

23 de ago de 2009

LIVRO: A Artista do Corpo

A Artista do Corpo, Don DeLillo.

Livro lançado em 2001, pode ser encontrado à venda sua edição pela Companhia das Letras, com tradução de Paulo Henrique Britto

A Artista do Corpo é sobre uma mulher chamada Lauren Hartke e o seu desenvolvimento e envolvimento a fatos e pessoas no espaço de tempo indefinido em que a narração se passa. Lauren é uma artista que trabalha com seu corpo para expressar sua arte. No livro, somente fim fica claro ao leitor o que exatamente Lauren faz. Durante quase toda a narração Lauren divide as páginas com sensações e, principalmente, com alguém que pode existir ou não, que o autor coloca a dúvida de ser alguém ou um pensamento, ou até uma simples vontade. Penso que talvez seja a extensão de seus próprios pensamentos afetados por alguma coisa, talvez a morte (in)esperada de seu companheiro, um cineasta chamado Rey Robles.

Logo quando comecei a ler A Artista do Corpo pensei: Esse livro daria um bom filme. O primeiro capítulo me deixou com essa exata impressão. Don DeLillo trata muito bem as palavras. Deve ser por isso que a narrativa é tão clara sem ser simplista e rasteira. Tem um estilo envolvente e curioso. É concentrado, lírico, meditativo, são palavras que colocam em evidência o virtuosismo no trato com as palavras desse autor nova-iorquino, considerado por muitos críticos como um dos principais representantes do pós-modernismo literário.

A Artista do Corpo não é a produção mais conhecida de DonDeLillo, longe disso. Underworld e Ruído Branco são os títulos que tiveram mais evidência. Em 2006, Underworld foi considerado um dos três melhores romances dos últimos vinte e cinco anos pela New York Times Book Review e recebeu em 2000 a Medalha Howells da American Academy of Arts and Letters. Seu livro mais recente é Homem em Queda, de 2007, que trata dos efeitos dos ataques terroristas de 11 de setembro numa família típica de Nova Yorke.

Wenndell Amaral

0 Deixe seu comentário: