Blogroll

13 de set de 2009

EMAIL:

UNIÃO DOS PALMARES: FRAUDES CONTRA O INSS, ALGUMAS VERDADES CARECEM SEREM DITAS.

enviado por Josivaldo Ramos
www.josivaldoramos.com.br

O INSS, Instituto Nacional de Seguridade Social, vem há décadas sendo alvo de pessoas inescrupulosas que se aproveitam da incompetência dos gestores públicos para golpear a autarquia, isso quando os próprios gestores não têm ligações diretas com os desfalques ao erário público.

Em União dos Palmares, isto não é diferente, formou-se uma quadrilha com número alarmante de membros, e estes por sua vez distribuídos em todas as esferas sociais, dos mais humildes e ignorantes aos mais ricos e cultos, todos, porém, com um único objetivo: Burlar o sistema e se locupletar dos benefícios do crime.

Como já havia informado em meu site, a Polícia Civil de União dos Palmares, comandada pelo Ilustríssimo Doutor CÍCERO LIMA prendeu no último dia 29 de agosto quatro pessoas acusadas de envolvimento com essa quadrilha, para minha surpresa, porém, dentre as acusadas encontrava-se uma de minhas tias maternas, contudo, diante das primeiras informações que me chegaram por meio da imprensa, não pude, senão, lamentar e repudiar.

Todavia, o simples fato do possível envolvimento de alguém com quem possuo laços consanguíneos, bastou para que recaísse sobre mim, e sobre minha família, advindo de “fantoches” de meus adversários (“Inimigos” que adquiri ao longo de minha vida pela postura séria e independente que mantenho, não devendo a quem quer que seja, minhas glórias ou fracassos) a ira dos que não se conformam com meu sucesso pessoal e profissional.

Em resposta a essa ira decidi averiguar em que condições se deram as referidas prisões? Quem são os outros membros da sociedade palmarina que pertencem a este grupo? Porque foram presas apenas quatro pessoas? Sendo o crime de cunho federal, por qual motivo a prisão ocorreu em pleno sábado pela Polícia Civil? Porque mesmo sendo de conhecimento público que uma Operação da Polícia Federal estava prestes a ocorrer em União dos Palmares, como ocorrera recentemente em Palmeira dos Índios, decidiu-se por prender suspeitos e “provas” que infelizmente perderam seu valor jurídico por conta da ilegalidade com que foram obtidas? Por fim, a quem interessa tudo isso?

Muitas e duras foram as respostas, mas mesmo que segundo o Delegado CÍCERO LIMA, a acusada, minha tia, tenha colaborado com as investigações, não colhi com ela qualquer informação, pois estava a mesma detida. Busquei então em fontes diversas, divergentes em alguns quesitos, porém com um consenso absoluto: TODOS OS DETIDOS SÃO OS DITOS PEIXES PEQUENOS e possivelmente são as iscas utilizadas pela quadrilha para encobrir os verdadeiros líderes, dos quais entre muitos nomes, me chegaram e não revelarei para não atrapalhar as investigações da Polícia Federal, que embora prejudicada, terá seguimento, mas posso lhes assegurar que estão polícias militares, funcionários do INSS em União dos Palmares, acadêmicos de Direito, Advogados e até mesmo um político de mandato e outros que não foram eleitos.

Os golpes por sua vez não se restringem à obtenção de empréstimo consignado em nome de aposentados, estes crimes passam pela concessão de aposentadorias ilegais, a subtração dos primeiros ordenados de aposentadorias por Advogados e Acadêmicos e uma série de infrações penais.

Pois bem, ao saber de tudo que me foi dito por moradores de minha amada terra, e ainda de que minha tia, corre risco de vida, por ter infelizmente se envolvido em vergonhoso crime, que sua permanência nas dependências da frágil Delegacia de Santana do Mundaú poderia culminar em sua morte como queima de arquivo, decidi impetrar Ordem de Hábeas Corpus contra a clara Ilegalidade de sua prisão, não disse jamais, como ela própria também não, que se tratava a mesma de inocente, não promovi, nem irei promover sua defesa, pois isto iria contra meus princípios, dos quais me orgulho de tê-los e farei de tudo para nunca maculá-los, entretanto não reneguei e jamais renegaria meu parentesco com ela ou qualquer outro, pois independente do seu erro, sempre fará parte de minha família.

Quero de público requerer ao douto Delegado CÍCERO LIMA, ao Excelentíssimo Juiz JOSÉ LOPES NETTO e aos Ilustríssimos representantes do MINISTÉRIO PÚBLICO que seja dado a MARIA GORETE BATISTA DE SANTANA e a outros que precisem, garantias de vida, ofereçam-lhes os benefícios da Lei 9807/99 (Réu Colaborador) para que este caso tome as proporções que merece com indiciamentos de todos os envolvidos, o devido processo legal, a ampla defesa e ao final o rigor da lei a todos os envolvidos neste caso, pois caso queiram atribuir a liderança do crime organizado a “peixes pequenos” estarão a cometer uma injustiça da qual não assistirei inerte. Caso saiba, aida que por ouvi dizer, que ela, minha tia, foi ameaçada ou sofreu qualquer outra forma de lesão, por menor que seja, não titubearei em declinar pessoalmente à Polícia Federal os nomes que me chegaram.

Escrevo este desabafo público em respeito aos meus amigos, leitores, colaboradores, admiradores e críticos, pois estou recebendo achincalho de covardes anônimos com único propósito de tentar denegrir minha imagem, de tentar cessar meu crescimento político, pessoal e profissional, mas que em nada me atingem, porque tenho como único compromisso a verdade e o respeito aos que acima elenquei.

0 Deixe seu comentário: