Blogroll

11 de set de 2009

FILME: Réquiem para um Sonho

Requiem for a Dream
(Réquiem para um Sonho)
Drama, Estados Unidos, 2000.

Segundo filme do diretor novaiorquino Darren Aronofsky, o primeiro foi Pi, de 1998, e o mais recente foi O Lutador, de 2008, que regenerou o ator Mickey Rourke. Dos três, prefiro fornecer aqui a dica sobre Réquiem para um Sonho por ser um intermediário entre a projeção inusitada do diretor em Pi e a evolução com O Lutador.

Com roteiro adaptado de uma obra de mesmo nome, de Hubert Selby Jr, o filme trata das diferentes formas de vícios, de se adquirir os vícios, e para tal conduz os personagens ao aprisionamento em um mundo ideal, que é então tomado e devastado pela realidade, tudo sendo acompanhado quase que passo a passo pelo espectador.

O filme divide-se em três estações do ano, o verão, outono e inverno, de acordo com as vidas de mãe e filho, Sara (Ellen Burstyn) e Harry Goldfarb (Jared Leto), a namorada de Harry, Marion Silver (Jennifer Connelly) e o amigo de Harry, Tyrone C. Love (Marlon Wayans). Cada um dos personagens acaba destruído pelo seu vício.

Em Réquiem para um Sonho, Darren Aronofsky usa recursos também percebidos em Pi, montagens de cenas extremamente curtas e cenas intensas alternadas por outras opostas, com trilha sonora que acompanha essa alternância. "Requiem" em latim significa repouso, contudo, esse filme do Aronofsky nada dá de repouso para o espectador.

Wenndell Amaral

1 Deixe seu comentário:

wenndell, cara, esse filme é maravilhoso. e terrível. o final dele é devastador. as cenas da sara andando pela cidade, agoniada, destruída pelo vício, com a edição aumentando a dela/nossa agonia.. pô, são uma coisa incrível. só fico aperreado quando me lembro de que a ellen burstyn deixou de ganhar vários prêmios pelo seu papel no filme, por estar concorrendo com a "queridinha da hora", a julia roberts de ellen bronkovich (é assim mesmo que se escreve?). isso realmente me deixa puto.
abração.
nilton.