Blogroll

25 de out de 2009

Academia Alagoana de ...

Texto extraído do blog Acorda União, escrito por Sérgio Rogério.

Assim como a ABL - Academia Brasileira de Letras, e, com certeza, as Academias de Letras dos diversos estados do país, a Academia Alagoana de Letras - A.A.L., fundada em 1919, parece mais que serve a outros propósitos, ao invés daqueles que sabemos que ela deva realmente servir.
Outro dia, fazia uma reflexão com um amigo meu, onde dizíamos que as Academias de Letras, principalmente a Brasileira e a Alagoana, mais parecem academias políticas.

Pelo visto acertamos na análise. Confesso que não foi praga, mas uma semana após à nossa conversa a A.A.L., elegeu por 22 votos contra 8, o ex-presidente da república e atual senador por Alagoas, Fernando Collor de Mello, como o mais novo imortal, ocupando assim a Cadeira número 20.

O mais curioso, e que carimba o nosso argumento, é que o mais novo "imortal", foi eleito mesmo sem nunca ter publicado um livro, isto mesmo, ele nunca publicou uma obra, o que elle tem publicado são seus discursos em jornais (tipo Gazeta de Alagoas que é de sua família) e nos anais do Congresso Nacional.

Fazer o quê, gostaria mesmo agora é de conhecer os membros da academia que SABIAMENTE votaram contra, para poder apláudi-los e conhecer também os 22 que POLITICAMENTE votaram a fravor, não para vaiá-los, mas sim, para conhecer e saber o tipo de imortal, além de Collor, que faz parte desta Academia Alagoana de Política, digo, de Letras.

5 Deixe seu comentário:

Pessoal, li esse mesmo texto no blog Acorda União e pergunto: de quem é a autoria?

Bom texto, preciso e claro. Parabéns ao autor.

No início do texto aqui no Tempo Moderno tem "Texto extraído do blog Acorda União, escrito por Sérgio Rogério."

=)

Por isso que ver é diferente de olhar.