Blogroll

11 de nov de 2009

Atrações musicais divulgadas para o Mês da Consciência Negra 2009

De acordo com publicação do blog A Terra da Liberdade, as bandas de reggae Tribo de Jah e Adão Negro foram confirmadas pela Secretaria de Cultura de União dos Palmares para apresentações no Mês da Consciência Negra. Adão Negro deverá se apresentar no dia 19 de novembro, Tribo de Jah no dia 20. Os shows acontecerão na Praça Basiliano Sarmento.

Nas festividades do ano passado, as atrações musiciais principais foram as cantoras Sandra de Sá e Margarete Menezes, além de shows de bandas palmarinas (Estuário, Verde Raiz etc) . Esse ano as comemorações se voltam totalmente ao estilo musicial do reggae, o que não chega a ser um erro, mas certamente concorre para, no mínimo, uma falta de planejamento, uma vez que a realidade negra, afro, ou seja, a cultura negra brasileira não se resume ao reggae. Pode-se afirmar também que não se deve restringir a um só estilo musicial por tornar o evento repetitivo, sem criatividade. Sem falar no resto da programação.

Outro ponto escorregadio nesse Mês da Consciência Negra é que as bandas e grupos locais que deverão se apresentar durante os próximos dias e até abrindo os shows das citadas atrações principais, não são apresentados ao público, são anunciados como "bandas da terra" e "grupos da terra". Como já disse meu irmão Walter Jr., são as minhocas adestradas de União dos Palmares? Esse tipo de divulgação só desvaloriza os grupos culturais e as pessoas que lutam para acrescentar algo a Cultura palmarina.

5 Deixe seu comentário:

...e eu esperando por Cordel do Fogo Encantado :x

Concordo em gênero, número e grau!

Por essas e outras q vou tentar estar longe daqui nesse dia...

Isso tudo e mais: há pessoas que ainda não receberam o cachê do ANO PASSADO.

E outra coisa ainda: cadê a divulgação? Ninguém sabe de nada. Se não fosse a internet e os blogs a programação seria de total desconhecimento para muitos. E mesmo assim, o número de pessoas que tem conhecimento da programação é ínfimo em comparação com o restante da cidade.

O prefeitura e a secretaria de cultura continuam achando que o povo tem que tangido como gado para os eventos que acontecem aqui. Por isso que as coisas nunca dão certo.

Uma prova do descaso é que o mês da consciência negra começou no dia 06 e somente há dois dias (dia 10) começaram a pintar a cidade com as "cores afro". Daqui que terminem... Acabou-se a festa.