Blogroll

8 de jan de 2010

Cine Esmal 2010: Vidas Secas e Nelson Pereira dos Santos

Foto: ESMAL
Neste último dia 07 de janeiro, na companhia dos colaboradores Bruno Monteiro e Carlyson Geijine, tive o grande prazer e privilégio de assistir a exibição do longa metragem Vicas Secas, e logo depois a breve, esperada e feliz palestra do diretor do filme e um dos maiores cineastas brasileiros, no auditório Prof° Almachio de Oliveira Costa, da Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas - Esmal - na capital alagoana, Maceió.

Foi a abertura da temporada 2010 do projeto Cine Esmal, proporcionando um momento ímpar para a história e cultura alagoana. O paulista Nelson Pereira dos Santos é reconhecido internacionalmente por seus trabalhos no cinema, sobretudo por Vidas Secas, com o qual chegou ao prestigiano Festival de Cinema de Cannes em 1964, na França. Nelson Pereira foi um dos criadores do movimento Cinema Novo ainda na década de 50, que muito influenciou e modificou o modo de fazer cinema no Brasil, ao lado de Glauber Rocha, Cacá Diegues, e outros importantes cineastas.

Baseado no livro homônimo de Graciliano Ramos, o filme Vidas Secas foi rodado em 1963. O drama conta a saga de uma família de retirantes composta por Fabiano, Sinhá Vitória, o menino mais velho, o menino mais novo e a cachorra Baleia, que, pressionados pela seca, atravessam o sertão em busca de meios para sobreviver. Foi o único filme brasileiro a ser indicado pelo British Film Institute como uma das 360 obras fundamentais em uma cinemateca. O neo-realismo italiano, estética que possui característica de engajamento político-social, é uma das influências marcantes no filme do diretor Nelson Pereira dos Santos.

Vidas Secas, prestou um grande serviço para a cultura alagoana, revelou talvez o maior ator e artista alagoano até os tempos atuais: Jofre Soares, que interpreta o fazendeiro do livro e do filme. Segundo o próprio Nelson Pereira dos Santos, Jofre Soares foi o responsável pela insuperável interpretação da chachorra vira-lata, a Baleia, dirigindo a cadela nas principais cenas do filme; também por apresentar a região e recrutar os figurantes e alguns atores nas cidades de Palmeiras dos Índios e Minador do Negrão, no sertão alagoano.

Na ocasião também estiveram presentes algumas outras pessoas ilustres: Sebastião Ávila Filho , sobrinho-neto de Graciliano Ramos e neto de um dos atores do filme; Rosa e Lúcia Pereira, sobrinhas do ator Jofre Soares; Gilvan Leite, ator que participou do filme interpretando o filho mais novo do casal; e Janaína Amado, neta de Graciliano Ramos e filha de Jorge Amado.

0 Deixe seu comentário: