Blogroll

14 de abr de 2010

Alagoas na mira da CPI da Pedofilia

O escândalo envolvendo dois monsenhores e um padre da Igreja Católica de Arapiraca teve início quando o Programa Conexão Repórter, do SBT, veiculou uma matéria com denúncias de ex-coroinhas acusando os religiosos de abuso sexual. Durante o programa, foi exibido um vídeo, gravado por uma das vítimas, onde o monsenhor Luiz Marques Barbosa aparece, supostamente, tendo uma relação sexual com um jovem de 20 anos. Na mesma reportagem, os ex-coroinhas denunciam que vinham sendo aliciados pelos padres desde que eram crianças.

O caso despertou o interesse do Vaticano e da CPI da Pedofilia, que programou para a próxima sexta-feira uma visita a Arapiraca, que fica a 146 quilômetros de Maceió, para colher depoimentos das vítimas, testemunhas e dos envolvidos no escândalo sexual.

Além dos ex-coroinhas, devem depor aos integrantes da CPI da Pedofilia os monsenhores Luiz Marques Barbosa e Raimundo Gomes, o padre Edilson Duarte, acusados de abusar sexualmente os adolescentes. As delegadas Bárbara Arraes e Maria Angelita, responsáveis pelo inquérito que investiga denúncias, também serão ouvidas pelos senadores da CPI, que é presidida pelo senador Magno Malta (PR-ES).

Fonte: MSN Notícias

CPI´s não dão em nada além da famosa "pizza". No final das contas, ninguém será punido, tudo será esquecido e as crianãs molestadas terão que conviver para sempre com as sequelas dos abusos. Quem sai favorecido mesmo são os integrantes que recebem boas gratificações para sair, conhecendo esse Brasilzão... E quem paga a conta somos nós.

0 Deixe seu comentário: