Blogroll

6 de abr de 2010

Em busca da solução

Em busca da solução

Ói nóis aqui de novo...

O recomeço das aulas da UFAL vem cheio de novidades para os universitários, pelo menos para os desinfrmados. Uma série de reuniões que visaram chegar a lugar nenhum, a verdade é essa, aconteceram durante as férias . Vimos realmente revelações artísticas entrarem em cena, atores que a imprensa terrivelmente desconhece, vimos quatro confeitos custarem um real, vimos os estudantes serem jogados como bola de ping-pong de um lado para o outro, mas também vimos uns poucos que tiveram coragem de falar o que realmente acontece e se mover para que aquela não fosse mais uma apenas mais uma reunião sem proveito algum.

Bem, no frigir dos ovos a saída que realmente encontro para essa manipulação deixe de existir é realmente a força que uma associação pode ter. Deixando claro que também sou contra o monoólio exclusivo "ufalesco" de tal. Ou nós lutamos para que ssa associação (AESP) seja reativada ou continuamos nesse conformismo preguiçoso que para pessoas tão esclarecidas é inadmissível.

Karla Tamires
3° período de Relações Públicas UFAL

Texto publicado em março de 2007 no antigo jornal O PAREDISTA de circulação nos ônibus dos estudantes.

..........

Ói nóis aqui de novo. Parece que essa situação nunca vai acabar, infelizmente as forças políticas municipais não dão o devido valor à classe estudantil. As palavras da Tamires vão perdurar por muitos anos, se à época eram 4 confeitos por 1 real, hoje quantos confeitos nos foram impostos? Muitos! Foi pedido a fundação de uma nova associação, fizemo-la com todos os esforços e nada foi feito pela mesma. A municipalidade não recebe muito menos responde ofício. Dessa forma, pode-se afirmar que o conformismo não é nosso, e sim dos donos da cidade. Triste saber que pessas lutadoras como a Tamires nos deixou cedo sem ao menos ver essa situação resolvida!

Dallas Diego

0 Deixe seu comentário: