Blogroll

7 de jul de 2010

No interior também tem Rock and Roll

Palmeira dos Índios sediou a terceira edição do FMI e mostrou que o cenário no interior é forte

Observando o que acontece em Maceió, talvez você já tenha se perguntado: há rock and roll no interior? Você pode não saber disso, mas há, sim! Nos últimos dias de maio, a cidade de Palmeira dos Índios foi palco para a terceira edição do Festival de Música Independente (FMI) – Night of Metal, contando com a participação das bandas Forloxcia (Thrash Metal de União dos Palmares), Morcegos (Death/Thrash de Maceió) e One Way (Heavy Metal de Palmeira dos Índios). O evento ocorreu na casa de show Aquarius.

Palmeira dos Índios fica a 133 km de Maceió, e mal se viu algum morador da capital por lá, mas caravanas de cidades vizinhas, como Arapiraca e União de Palmares, marcaram presença no FMI e mostraram que a distância não é problema para eles.

Com poucos minutos de atraso, a primeira banda da noite foi a Forloxcia, da cidade de Zumbi dos Palmares. Guerreiros, trouxeram para o público canções próprias do seu EP, “Time of My Agony”. No momento em que o seu setlist foi iniciado, a casa foi se enchendo de maneira surpreendente, como se o som estivesse chamando os apaixonados pelo metal.

Com uma pegada mais Thrash, o público conferiu uma homenagem a Ronnie James Dio, feita pelos integrantes da banda. O grupo terminou a apresentação recebendo uma salva de palmas in memorian do ícone do Heavy Metal mundial. Canções de outras bandas, como o Metallica (“Seek and Destroy”) e o Sepultura (“Territory”), foram executadas para o delírio do público presente, esta última contando com a participação de Rodrigo Bento na bateria. A banda de União, composta por Tassio Monteiro (baixo/vocal), Thiago Alcântara (bateria), Fábio da Silva (guitarra/vocal) e Nando Pires (guitarra), deu um início brilhante à noite palmerina.

Após a apresentação deles, a banda Morcegos, vinda de Maceió, subiu ao palco com um peso a mais, já que o homenageado da noite era muito fã da banda. Frankstone, líder do grupo, soube do ocorrido e ofereceu o show ao fã ilustre. O setlist da Morcegos foi uma verdadeira viagem no tempo, com canções que nasceram entre 1996 até 2010, e contando com músicas do seu recente álbum, “Blackside Revolution”. Começaram tímidos, mas o público foi respondendo com o passar dos minutos. As canções deste evento formaram o melhor setlist que a banda maceioense já apresentou nesta turnê por Alagoas. Tocando somente canções próprias, a banda está de parabéns pelo trabalho realizado ao longo de seus 22 anos de existência. Clássicos dos Morcegos foram executados, inclusive “Cry”.

Dando continuidade à festa da noite, a banda da cidade, One Way, subiu ao palco com um leve atraso, mas levantou a galera no encerramento do FMI – Night of Metal. A banda tocou muitos covers, e das mais variadas bandas. Se alguém gostava de Coal Chamber, Silverchair e Metallica ao mesmo tempo, foi um verdadeiro prato cheio. O público cantou junto com o vocalista todas as músicas que foram executadas.

Texto: Daniel Lima | Pei Fang Fon
Fotos: Revista Rock Meeting http://flickr.com/photos/rockmeeting

Fonte: http://issuu.com/rockmeeting

Bookmark and Share

0 Deixe seu comentário: