Blogroll

21 de mar de 2011

Diretor inicia produção de documentário sobre Graciliano



(Filme inédito sobre a vida e a obra do escritor alagoano será dirigido pelo cineasta catarinense Sylvio Back
)

por Valéria Guimarães

A vida e a produção literária do escritor alagoano Graciliano Ramos serão documentadas em nova produção audiovisual de Sylvio Back, um dos mais premiados cineastas do Brasil. Intitulado "O Universo Graciliano", sendo o primeiro filme de âmbito nacional e internacional recontando a vida e a obra de Graciliano Ramos, um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos.

O documentário de longa-metragem sobre o autor de “Vidas Secas” e “Angústia” tem apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), com patrocínio da Petrobras e do Banco do Nordeste. A pré-produção já teve início no Rio de Janeiro, onde Graciliano residiu, trabalhando como jornalista, e começa a ser rodado em Alagoas e em Pernambuco.

Segundo o diretor Sylvio Back, o registro é inédito. “Depois de pesquisar, verifiquei que mesmo depois de sessenta anos da morte de Graciliano, não existe nenhum registro desse tipo,” afirma.

O cineasta Sylvio Back teve sua carreira iniciada há 46 anos. Com 37 filmes (11 longa-metragens) sobre temática histórica, política e literária, recebeu prêmios e indicações importantes, como o Festival de Gramado e a premiação da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), entre outros.

No filme, serão utilizadas imagens fixas e em movimento de Graciliano, trazendo imagens dos lugares onde o escritor viveu e revelando depoimentos de pessoas que estiveram próximas a ele durante sua trajetória, além de imagens dos lugares onde viveu. As cidades por onde passou a pré-produção e filmagens são Quebrangulo, Viçosa, Palmeira dos Índios e Buíque, em Pernambuco, onde o escritor viveu durante sua infância.

Para compor o acervo de imagens, foi feita uma vasta pesquisa iconográfica sobre o mestre alagoano no Instituto de Estudos Brasileiros, da Universidade de São Paulo, na Cinemateca Brasileira (SP), no Arquivo Nacional (RJ) e no exterior, em arquivos cinematográficos da Rússia, Geórgia e República Tcheca, já que Graciliano esteve durante um mês nesses países em 1952.

A investigação por imagens fixas e em movimento da Alagoas dos anos 20 e 30 será completada durante a estada da equipe em Maceió. O longa terá distribuição em várias mídias, incluindo cinemas de todo o país, TVs comerciais, públicas e lançamento em DVD/Internet em 2012, de acordo com o diretor Sylvio Back, que também pretende, no ano que vem, iniciar as filmagens em Alagoas sobre "Angústia", publicado em 1936.


Fonte: Agência Alagoas

3 Deixe seu comentário:

Ótima notícia. Que bom que vem em forma de documentário. Filmes em geral distorcem demais a imagem de um artista.

Graciliano Ramos é mais um motivo de orgulho para todos os alagoanos.

Ótima notícia. Que bom que vem em forma de documentário. Filmes em geral distorcem demais a imagem de um artista.