Blogroll

6 de jun de 2011

Tudo novamente - Se Beber, Não Case parte II

Com situações que transitam pelo humor extremamente politicamente incorreto até o mais infantil, Se Beber, Não Case parte II é divertido para aqueles que querem se divertir e um aborrecimento para aqueles que esperavam algo mais da continuação de um filme que, de certa forma, inovou na formatação do gênero. A dica que dou é a seguinte (para não perder o tempo nem o dinheiro): entre no clima, tome um chop e relaxe os músculos faciais.
Comédia geralmente é um gênero que não se tem muito o que fazer, é sentar na frente da tela e se deixar levar pelas situações mais esdrúxulas e piadas sem noção. Há quem procure uma comédia inteligente, há quem procure uma comédia superficial, mas qualquer um converge para uma coisa: diversão.

Se Beber, Não Case parte II (The Hangover Parte II) é uma cópia do primeiro. Mas como pode uma "continuação" ser igual ao original? Dai vai depender da maneira de cada um ver as coisas. É a mesma premissa da parte I, quem já assistiu, sabe. Os quatro amigos acabam tendo que encarar uma série de situações bizarras porque a despedida de solteiro passou do ponto. Até a culpa para chegar a tal ponto bizarro é do mesmo personagem nas duas partes.

E com que finalidade se produz um filme igual a outro? Isso também depende da percepção de cada um. Pois, nesse caso, foi justamente pelas situações bizarras que Se Beber, Não Case parte I teve seu êxito como produto de entretenimento cinematográfico, chegando a alcançar relevância no gênero. Obviamente que, como a parte I foi um sucesso comercial, leia-se: deu lucro, a parte II não poderia ser diferente. Muda-se o local, acrescenta-se personagens, mas a base continua a mesma da fórmula anterior.

0 Deixe seu comentário: