Blogroll

8 de dez de 2008

ÚLTIMAS:

Talebã retoma o poder em 75% do Afeganistão

Um relatório publicado pelo International Council on Security and Development - Conselho Internacional de Segurança e Desenvolvimento - que é uma entidade independente do governo Norte-americano, conclui que 75% do território do Afeganistão estão sobre controle indireto do antigo regime fascista-religioso que dominou o país de Bin Laden após a expulsão da URSS. Segundo o estudo, que naturalmente foi rechaçado pelo governo Bush, os militantes do Talebã conseguem dominar grande parte do sul do país e já chegam a dar ordens esporádicas em 3 dos 4 portões que dão acesso a capital Cabul. Enquanto os EUA negam o estudo para não assumirem uma derrota iminente, a agência de notícias BBC noticiou que cerca de 40 pessoas, tanto líderes religiosos quanto líderes ocidentais, se encontrarão em breve no Barhein, para começar uma possível negociação de paz. Bush, não acredita mauito que vá dar em alguma coisa essas negociações, tanto que em Janeiro antes de deixar a casa Branca, o presidente norte-americano já deixou protocolado o envio de mais 4.500 homens do exército, que se juntarão aos mais de 33 mil soldados norte-americanos que já combatem no Afeganistão.

***

União dos Palmares poderá acumular abates de cidades vizinhas

As cidades de Santana do Mundaú, São José da Laje, Ibateguara, Branquinha e Murici poderão ser contempladas pela regionalização dos serviços.

Em reunião na manhã desta sexta-feira, com a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) e o Ministério Público Estadual (MPE), a prefeitura de União dos Palmares afirmou disposição em acumular os abates de bovinos de municípios vizinhos. Santana do Mundaú, São José da Laje, Ibateguara, Branquinha e Murici seriam as cidades contempladas pela regionalização.

"O aval da prefeitura de União em acumular esses abates é fundamental para o trabalho que vem sendo realizado pelo MP e Adeal. Seria irresponsável interditar matadouros sem apontar uma solução para o abastecimento de carne da região. Não podemos impor aos municípios que tiverem os matadouros interditados onde eles passarão a realizar os abates, mas estamos dando opções”, afirmou a promotora de Justiça, Dalva Tenório.

No entanto, técnicos da Adeal lembram que a medida não é uma solução definitiva. “A estrutura do matadouro de União é antiga, de mais de 60 anos. Com algumas modificações, o matadouro tem condições de realizar esses abates, mas um novo tem que ser construído”, explicou o fiscal estadual agropecuário, André Sandes.

A prefeitura de União dos Palmares se comprometeu em realizar as medidas consideradas urgentes. Entre elas a construção de uma lagoa de decantação. O município já está realizando melhorias no local. “Já encomendamos carretilhas, os dejetos dos animais estão sendo recolhidos, e uma pistola pneumática para o abate foi implantada recentemente”, informou o secretário municipal do Meio Ambiente, Manoel Bernardo de Melo.

O trabalho para adequação dos matadouros públicos de Alagoas foi iniciado em julho, numa parceria entre Adeal e Ministério Público. Até agora, 11 matadouros foram interditados.

Fonte: Agência Alagoas - Secretaria de Estado da Comunicação

****
I
greja Católica de União X Portadores de deficiência


O presidente da Associação dos Portadores de Deficiência Física de União dos Palmares (Adefup), Gabriel Ferreira, aguarda parecer do Ministério Público Estadual em União dos Palmares para fazer valer seus direitos garantidos pela Constituição Federal que é o ter livre acesso aos locais públicos. A quebra de braço envolvendo os portadores de deficiência da cidade chama atenção por que tem como acusado central dessa novela membros da Igreja Católica da paróquia de Santa Maria Madalena, a nossa excelsa padroeira.

Neste mês de dezembro faz um ano que a Associação dos Portadores de Deficiência Física de União dos Palmares moveu uma ação contra a Igreja Católica de União, exigindo dos padres locais que fosse construído uma rampa de acesso ao púlpito da Igreja de Santa Maria Madalena, local onde se encontra a imagem da padroeira da cidade. De acordo com Gabriel Ferreira, “o padre Irmael que hoje reside em Recife, negou o pedido do presidente dos deficientes de nossa cidade e o caso foi parar no Ministério Público. Os portadores de deficiência gostariam que fosse edificado, até mesmo de madeira, uma rampa para que eles pudessem assim, participar da Santa Missa que é celebrada aos domingos pela manhã, horário de maior freqüência entre os católicos.

A discussão neste primeiro ano de apelos por parte dos deficientes físicos de União dos Palmares junto ao clero foi parar no Ministério Público da cidade e o caso já se encontra nas mãos da promotora de Justiça Carmem Silva Sarmento.

Fonte: blogapalavra.com

***

Mundo se reúne em busca de um sucessor para o Protocolo de Kyoto

"Cerca de 190 países participam até o dia 13 de Dezembro de mais uma jornada de negociação para definir o substituto do Protocolo de Kyoto, que atualmente regula as emissões de gases causadores do efeito estufa e que vence em 2012. A 14° Conferência das Partes sobre o Clima (COP-14) deve reunir mais de 9 mil pessoas em Póznan, na Polônia.

O encontro é o meio do caminho entre a COP-13, em Bali, quando os países definiram um roteiro de negociação - o chamado Mapa do Caminho - e a próxima reunião, já marcada para 2009 em Copenhagen (Dinamarca), prazo final para se chegar a um novo acordo global sobre o clima.

Criado em 1997, o acordo de Kyoto determina que as nações industrializadas devem reduzir, até 2012, as emissões de gases causadores do efeito estufa em aproximadamente 5% abaixo dos níveis registrados no ano de1990. Para o próximo período de compromisso, a expectativa é de que as metas sejam mais ambiciosas.

Na abertura dos debates, o secretário executivo da Convenção - Quadro da Organização das Nações Unidas sobre Mudança Climática, Yvo de Boer, lembrou o alerta do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês) sobre a necessidade de medidas urgentes para evitar o aquecimento do planeta:
"Estamos em um cenário histórico, em um momento importante na negociação sobre mudança climática: na metade do caminho para Copenhagen. Precisamos tomar decisões importantes que irão estabelecer uma base sólida para um resultado ambicioso a ser acordado em 2009, para redirecionar o desenvolvimento futuro da humanidade."

Na agenda das delegações estão temas como a Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD), transferência de tecnologia entre países, financiamento de ações de mitigação e adaptação e metas quantitativas de redução de emissões de gases de efeito estufa.

A crise financeira mundial - que poderá encarecer as alternativas ambientalmente sustentáveis - deverá nortear as negociações. A eleição do democrata Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos também estará na pauta da COP-14 já que aquele é o único país desenvolvido que não ratificou o Protocolo de Kyoto.

Os ministérios das Relações Exteriores (Itamaraty), do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia integram a delegação brasileira em Póznan, Polônia. O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, também desembarcará naquele país na segunda semana da COP, na fase de decisões da reunião."

Vamos esperar que as considerações dessa reunião sejam respeitadas tal como devem ser. Bom... é melhor parar de sonhar...

Redação TM.

0 Deixe seu comentário: