Blogroll

5 de jan de 2009

ÚLTIMAS:

10 dias de conflitos e mais de 500 mortos na faixa de Gaza

O Ministério da Saúde palestino afirma que 509 palestinos, a maioria civis, foram mortos desde o início dos ataques israelenses, em 27 de dezembro. Outras 2,5 mil pessoas ficaram feridas. Mais de 70 palestinos morreram desde o início da ofensiva terrestre, entre eles 21 crianças, conforme o ministério.

Do lado israelense, foi confirmada a morte de um soldado desde o início da ação terrestre. De acordo com o Exército de Israel, outros 34 soldados ficaram feridos, três deles em estado grave. Nas últimas horas, pelo menos 40 mísseis foram lançados contra sul de Israel. Duas pessoas ficaram levemente feridas na região de Eshkol e outra na cidade de Sderot.

Na noite deste domingo, diversos blecautes deixaram a maior parte da Faixa de Gaza no escuro. No entanto, as luzes das explosões podiam ser vistas claramente na fronteira ao norte do território, e o som regular de tiros também podia ser ouvido.

****

Missões européias tentam mediar trégua em Gaza

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, interrompeu suas férias e se encontra nesta segunda-feira no Cairo com o presidente do Egito, Hosni Mubarak, como parte de duas iniciativas européias para tentar mediar um cessar-fogo na Faixa de Gaza, onde uma operação militar israelense entra em seu décimo dia.

Sarkozy segue depois para encontros em Jerusalém, Ramallah, na Cisjordânia, e na capital síria, Damasco. Uma outra delegação, da União Européia, liderada pelo ministro do Exterior da República Tcheca, Karel Schwartzenberg, também manteve reuniões com lideranças egípcias no Cairo.

Depois de conversações com o ministro do Exterior do Egito, Ahmed Abul Gheit, Schwartzenberg apelou para que Israel suspenda o bombardeio à Faixa de Gaza e para que os militantes palestinos parem de lançar foguetes em território israelense.

Gheit disse que há necessidade urgente de uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Há ainda notícias de que o movimento palestino, Hamas, pretende enviar uma delegação ao Egito a convite de Mubarak, que mediou o cessar-fogo entre o Hamas e Israel expirado no mês passado.

Em outra iniciativa, o emissário da Presidência da Rússia, Alexander Saltanov, reuniu-se com a ministra do Exterior de Israel, Tzipi Livni, no domingo, mas não conseguiu persuadi-la a aceitar Moscou como mediador em negociações com o Hamas.

O analista de assuntos internacionais da BBC, Jonathan Marcus, disse que é improvável que toda esta atividade diplomática traga resultados rápidos. Segundo Marcus, Israel não deverá suspender as operações antes de conseguir seus objetivos militares e o Hamas dificilmente irá capitular, como mostra seu lançamento contínuo de foguetes contra alvos no sul de Israel.

****

Lula manda Celso Amorin convocar reunião para mediar conflito entre Israel e Hamas

O presidente Lula criticou nesta segunda feira, a inoperância da ONU, em não conseguir acabar com o confllito entre Israel e os palestinos no Oriente Médio. Lula informou ter determinado que o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorin, entre em contato com autoridades estrangeiras para convocar uma reunião em busca de uma solução para o conflito entre árabes e judeus. Amorin deverá ligar para o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que está de férias no Brasil com a esposa, Carla Bruni, a fim de discutir a questão.

****

Chineses encontram campo com mais de 7 mil fósseis

Cientistas chineses encontraram o que podo ser o maior campo de fósseis de dinossauros do mundo no leste do país, segundo a agência de notícias ificial Xinhua.

Zhao Xijin, paleontólogo líder do projeto na cidade de Zhucheng, na província de Shandong, anunciou que mais de 7,6 mil fósseis foram descobertos no local até agora e o número está aumentando.

Geólogos avaliam que pode ter ocorrido uma erupção vulcânica que matou os dinossauros. Depois, uma enchente levou os fósseis ao local onde foram encontrados.

Redação TM

0 Deixe seu comentário: