Blogroll

24 de mar de 2009

A Luta Continua

Nessa terça-feira, dia 24, no início da manhã os estudantes de União dos Palmares que necessitam do transporte para ir estudar na capital alagoana se reuniram no centro da cidade e logo em seguida saíram em passeata tomando o rumo da Câmara de Vereadores. Lá, os membros do poder legislativo palmarino estavam esperando para escutar as reivindicações dos estudantes e tentar achar um jeito para ajudar a diminuir os problemas que não param de crescer: o pagamento do transporte para ir à capital Maceió, a quantidade insuficiente de ônibus, falta de apoio a Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) e o não engajamento para trazer para a cidade um polo ou uma extensão da Universidade Federal de Alagoas, bem como do antigo CEFET-AL, agora chamado de Instituo Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IF-AL). Os nobres vereadores foram todos receptivos aos que os estudantes estão necessitando.

Depois da seção na Câmara Municipal, uma comissão de estudantes juntamente com os dez vereadores que compõe o Legislativo de União dos Palmares se dirigiram para a prefeitura, aonde o prefeito estava esperando todos para mais uma reunião.

Na prefeitura, as reivindicações de caráter urgente (para que os estudantes parem de perder aulas e provas, pois, praticamente parou de funcionar o transporte desde o protesto da última quinta-feira, 19) não foram atendidas pelo chefe do poder executivo, ele justificou as negativas dizendo que os cofres públicos não comportam dar mais do que já está sendo dado: 1,000 litros de combustível, dois motoristas e um ônibus, além de temer represárias por parte do Ministério Público em relação ao repasse sem previsão orçamentária do citado combustível. Pois bem. Diante desse quadro ruim, os estudantes partiram para uma última tacada quase de desespero, solicitando o apoio e comprometimento pessoal de cada vereador e do próprio prefeito.No fim, ficou acertado em caráter urgente que, até o final desse semestre letivo, os membros da câmara de vereadores irão doar 500 litros de combustível e o prefeito mais seu vice darão mais 100 litros semanais. Isso para tentar fazer com que o preço da passagem não aumente, essa foi a condição imposta para que a ajuda aconteça. Assim, os estudantes de União dos Palmares terão, até o final desse primeiro semestre de 2009, mil e seiscentos litros de combustível mais o ônibus do município para se organizarem e continuarem a estudar, do melhor jeito possível.

Foi disponibilizada para o prefeito e também para os vereadores a cópia de um projeto de lei baseado no de outras ciadades alagoanas com a finalidade de legalizar e regularizar o transporte estudantil inter-municipal. Contudo, o prefeito Areski de Freitas adiantou que se esse projeto for gerar de alguma maneira dispesas para o município, de antemão ele já se colocou na posição de não aceitá-lo, pois alega que os cortes dos repasses federais não possibilitam mais esse gasto por parte do município.

Em relação à UNEAL, o prefeito, Areski de Freitas, afirmou que a prefeitura irá localizar no Cartório de Registros de Imóveis o terreno que dispõe, em seguida irá marcar o ato solene para efetuar a doação do espaço destinado a construção do campus próprio da UNEAL em União dos Palmares. E sobre a extensão ou o polo da UFAL, o prefeito adiantou que ontem, segunda-feira dia 23, teve um encontro com o Senador da República Renan Calheiros, e este se comprometeu diante da reitora da Universidade Federal de Alagoas e do próprio prefeito Areski, a colocar uma emenda no orçamento destinada a implantação de uma extensão da UFAL em União dos Palmares.

É isso, estudantes palmarinos. Agora, mais do que nunca, o que não pode acontecer é a luta parar. Com muito esforço as conquistas virão. Continuem!

Mais: Clique aqui para assistir a reportagem da Tv Gazeta de Alagoas que foi ao ar no programa AL TV 2ª Edição da noite de terça-feira.

Wenndell Amaral

4 Deixe seu comentário:

Parabéns pela luta. Se municipios menores podem investir em educação superior, por que União não pode? A crise não é desculpa e, espero, será passageira (e o governo federal busca forma de minimizar os efeitos nos municípios).
Continuem firmes e serenos. Vocês estão fazendo a hora!

E. Thompson em seu livro, A Formação da Classe Operária Inglesa, define muito bem o texto de Wendell. A luta deve continua, pois só através dela uma classe se torna consciente, "a consciência de classe só se forma na luta". Wendell tem toda razão essa luta nunca deve parar.

Companheiro WENDELL, me permita chamá-lo assim, já que estamos na mesma luta. Para mim não adianta o prefeito dizer que não pode custear o transporte, simplismente dizendo que é inconstitucional. Virou moda esta afirmativa pra se livrar das responsabilidades. Se não conhecemos nossos direitos, não lutamos. Estamos firmes e seguros que temos direito e não haverá solução enquanto houver incompetência ou má vontade. Temos que mobilizar todos os dias os estudantes e conscientizá-los de lutar pelo o que é nosso, O direito de estudar.
Abração


Marcio

Confesso que nenhum astro do rock, nenhuma atriz de cinema ou obra literária me causou tanta admiração como vocês, estudantes de Palmares, com a mobilização a favor do ônibus. Uma coisa é sentir; outra é expressar. E foi exatamente isso que os estudantes deram a conhecer: a expressão da inconformidade com o mal. Saibam que antes mesmo de qualquer um ter concluído o seu curso, vocês já fizeram acontecer a Educação. Parabéns, heróis de Palmares. Farei uma curta referência a isso no meu artigo de abril na Gazeta de Alagoas. Avante!