Blogroll

10 de mai de 2009

ÚLTIMAS:

Berlusconi pede para apalpar voluntária que ajudava na reconstrução de Abruzzo após terremoto

O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, de 72 anos, perguntou a uma voluntária se poderia "apalpá-la um pouco", de acordo com imagens feitas por uma emissora na terça-feira. O incidente ocorreu durante viagem do líder a Abruzzo, região atingida fortemente por terremoto no mês passado.

Ao posar para foto em uma igreja destruída pelo tremor, Berlusconi se virou para Lia Giovanazzi Beltrami, de 41 anos e que trabalha para a Solidariedade Internacional, e disparou: "Posso apalpar um pouco a senhora?" A "apalpada" não aconteceu. Berlusconi acabou com a mão nas costas de Lia.

A italiana confirmou o inusitado pedido do premier e afirmou ter ficado "com asco" dele, segundo o jornal "Corriere della Sera". A emissora decidiu não exibir as imagens na própria terça-feira para não desviar a atenção do objetivo da passagem de Berlusconi por Abruzzo.

Berlusconi vem colecionando problemas com mulheres, o que levou Veronica Lario, no último fim de semana, a pedir divórcio após 30 anos de união com ele. A ex-esposa acusou o primeiro-ministro de manter relações com uma garota de 18 anos quando ela ainda era menor de idade. Berlusconi negou, afirmando que não "seria louco".

Fonte: IG

Meus amigos, depois de ler essa notícia fiquei eu aqui em meu canto matutando com meus botões: no mês de março deste ano, o "delicado" presidente disse que para evitar o aumentio de estupros nas grandes cidades italianas teria que dispor de um soldado para cada cidadã "gostosa", e agora vem tentar apalpar uma voluntária? Itália pode até ser berço da civilização como conhecemos hoje, abrigar o Vaticano, ter grandes pintores, escritores, etc, ser a 4? maior economia europeia, não tem quem me faça crer que estejamos falando de um país de `1º mundo'. Países desenvolvidos não elegem humanos dessa espécie tão ignorante. Ops! Errei em minha opnião. Os EUA elegeram Bush. 2 vezes. Berlusconi está no lugar certo.

---

Renan deu passagens para envolvidos em escândalo, diz site


Enquanto tentava escapar da cassação por quebra de decoro parlamentar, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Senado, cedeu 26 passagens da sua cota parlamentar a quatro envolvidos nas denúncias de ter usado laranjas na compra de duas rádios e um jornal em seu estado, que resultaram na sua renúncia, em 2007. É o que mostra reportagem publicada nesta terça-feira no site "Congresso em Foco".

Segundo registros de companhias áereas aos quais o "Congresso em Foco" teve acesso, o principal beneficiário das passagens é Ildefonso Antonio Tito Uchôa Lopes, primo de Renan e sócio do prefeito de Murici (AL), Renan Calheiros Filho, em um sistema de comunicação. Ele voou 13 vezes na cota parlamentar entre agosto de 2007 e novembro do ano passado.

Acusados de atuar como laranjas, Tito Uchôa e dois assessores de Renan - Everaldo França Ferro, que voou sete vezes com a cota, e Carlos Ricardo Santa Ritta, que viajou quatro trechos - foram alvo da terceira das cinco denúncias a que o senador respondeu no Conselho de Ética ao longo de 2007. Renan foi absolvido duas vezes pelo plenário, apesar de o Conselho ter recomendado sua cassação. De acordo com a reportagem, o quarto passageiro é um veterinário apontado pelo senador como responsável pela venda de 1.700 cabeças de gado de sua propriedade.

Fonte: MSN Noticias

Intocável Renam. E lá vem 2010.

---

Toyota, maior montadora do mundo, tem primeiro prejuízo anual, de US$ 4,4 bilhões

A Toyota, maior montadora do mundo, anunciou nesta sexta-feira suas primeiras perdas líquidas em um ano fiscal, que foram de 436,937 bilhões de ienes no fim de março, o que corresponde a US$ 4,4 bilhões, ante lucro líquido de US$ 17,3 milhões no ano fiscal anterior. A montadora divulgou ainda que espera um prejuízo ainda maior no atual fiscal, de US$ 5,5 bilhões.

É a primeira vez que a Toyota anuncia perdas líquidas e operacionais anuais em seus 71 anos de existência. O resultado veio acima da previsão da montadora anunciada em fevereiro, que era de US$ 3,8 bilhões. Entre janeiro e março de 2009, a montadora registrou perda de US$ 6,9 bilhões e cortou pela primeira vez seu dividendo anual desde 1994. A Toyota Motors sentiu o efeito da crise, que reduziu fortemente a demanda por veículos em todo o mundo e levou a montadora americana Chrysler a pedir falência.

No ano fiscal que acaba de terminar, a empresa japonesa registrou também perdas operacionais, por atividade ordinária, de 461,011 bilhões e vendeu 7,57 milhões de carros, 1,34 milhão de unidades menos que no exercício anterior.
Estes resultados são a consequência de uma deterioração significativa das vendas de veículos, particularmente nos Estados Unidos e na Europa, da rápida valorização do iene face ao dólar e ao euro, e ao forte aumento no preço das matérias-primas - justificou à imprensa o presidente da Toyota, Katsuaki Watanabe.

Fonte: G1

Crise se aprofundando e deixando todas as montadoras no vermelho. Desemprego aumentando. No Brasil a coisa continua bem. Ao menos por enquanto.

---

GM teve prejuízo de US$ 6 bilhões no 1º trimestre e já gastou US$ 10 bilhões da ajuda do governo

A General Motors informou nesta quinta-feira que seu prejuízo dobrou no primeiro trimestre de 2009, em comparação com o mesmo período do ano anterior, passando de US$ 3,3 bilhões para US$ 6 bilhões. O resultado foi melhor do que o previsto por analistas.

A receita da empresa caiu pela metade, para US$ 22,4 bilhões, conforme a companhia cortava a produção em 900 mil veículos e tentava reduzir os custos em negociações nos EUA e Europa. Leia também: GM elogia plano do governo americano para estimular venda de veículos.

O diretor financeiro da empresa, Ray Young, disse que há evidências de que os consumidores estão assustados e evitam comprar carros e caminhonetes da GM, preocupados com a possibilidade da montadora falir. - Nós não conseguimos compensar a implosão da receita que tivemos - disse. A montadora americana também informou que já gastou US$ 10,2 bilhões, ou US$ 113 milhões por dia, sem conseguir realizar cortes de custos suficientes para fazer frente ao declínio das vendas globais e só continua funcionando graças à ajuda do governo.

Depois dos gastos, a companhia ficou só com US$ 11,6 bilhões em caixa no dia 31 de março, quantia mínima de liquidez necessária para manter a GM em funcionamento. Vale notar que a GM enfrenta o prazo final de 1º de junho para enxugar custos ou buscar proteção contra credores.

Fonte: BBC Brasil

---

EUA pressionam Israel por solução de dois Estados

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pressionou Israel nesta terça-feira a apoiar uma solução de dois Estados para o conflito Israel-Palestina em um discurso ao principal grupo de lobby pró-Israel dos EUA.

O novo governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, de inclinação direitista, tem até agora evitado apoiar publicamente o Estado Palestino, uma omissão que tem desanimado as autoridades norte-americanas, árabes e europeias. Biden, discursando em uma conferência do
Comitê Americano-Israelense de Atividades Políticas (Aipac), disse que os palestinos devem parar com a violência militante e Israel "deve trabalhar para uma solução de dois Estados... não construir mais colônias, deve destruir os postos militares existentes e permitir o movimento livre de palestinos."

Os comentários de Biden ocorreram antes de um encontro entre o presidente de Israel, Shimon Peres, e o presidente norte-americano, Barack Obama, ainda nesta terça-feira, e a menos de duas semanas antes da visita de Netanyahu à Casa Branca. Em um discurso na segunda-feira, Netanyahu disse que estava pronto para iniciar imediatamente os diálogos de paz entre Israel e os palestinos, mas não fez qualquer menção ao Estado Palestino.
Obama deixou claro seu próprio comprometimento à solução de dois Estados, que tem sido a base da política norte-americana no conflito do Oriente Médio, e cutucou Netanyahu a aceitar a formação do Estado palestino ao lado de Israel.

Fonte: Reuters

Walter Jr.

0 Deixe seu comentário: