Blogroll

27 de mai de 2009

ÚLTIMAS:

Festival de Cinema de CANNES 2009

O longa A Fita Branca ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes 2009. O filme de Michael Haeneke (Violência Gratuita) estava cotado para receber o prêmio principal.

O filme de Haeneke, que já havia ganho o prêmio da crítica internacional, aborda um vilarejo protestante no nordeste da Alemanha no início da Primeira Guerra Mundial (1914-18). Todas as histórias se desenrolam a partir de um professor. Acidentes estranhos passam a ocorrer e são seguidos de punições muito estranhas, atitudes que desembocariam no nazismo vinte anos depois.

O Grande Prêmio do Júri foi para o longa de Jacques Audiard, Un Prophète. Uma das coqueluches desta 62ª edição do festival, Bastardos Inglórios, de Tarantino, saiu com o prêmio de Melhor Ator, concedido a Christoph Waltz.

O cineasta Alain Resnais, de 87 anos, foi condecorado com o Prêmio de Contribuição ao Cinema, pelo conjunto de sua obra. Resnais apresentou na quarta-feira sua mais nova ficção, Les Herbes Folles.

Confira a premiação completa:

Palma de Ouro Melhor Filme: A Fita Branca, de Michael Haeneke; Melhor Diretor: Brillante Mendoza, de Kinatay. Grande Prêmio do Júri: Un Prophète, de Jacques Audiard; Prêmio do Júri
Thirst, de Park Chan-Wook e Fish Tank, de Andrea Arnold; Melhor Ator: Christoph Waltz, de Bastardos Inglórios; Melhor Atriz: Charlotte Gainsbourg, de Anticristo; Melhor Curta-metragem: Arena, de João Salaviza; Prêmio Contribuição ao Cinema e Conjunto da Obra: Alain Resnais;

Semana da Crítica Grande Prêmio: Adieu Gary, de Nassim Amaouche; Mostra Um Certo Olhar Melhor Filme: Kynodontas, de Yorgos Lanthimos;

Prêmio Especial Um Certo Olhar: Os Gatos Persas, de Bahman Ghobadi; Fipresci (Prêmio da Crítica); A Fita Branca, de Michael Haneke; Politist, Adjectiv, de Corneliu Porumboiu; Amreeka, de Cherien Dabis;

Camera d’Or Melhor Filme: Samson et Delilah, de Warwick Thornton; Menção Honrosa: Ajami, de Scandar Copti e Yaron Shani;

Prêmio da Sociedade de Autores e Compositores Dramáticos (SACD) Melhor Filme: Lost persons area, de Caroline Strubbe.

Fonte: Cineclick, adaptações.
Wenndell Amaral

0 Deixe seu comentário: