Blogroll

9 de out de 2009

Alagoas ganha onze novos Pontos de Cultura

E a cidade de União dos Palmares não foi contemplada.

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) oficializa nesta sexta-feira, 09 de outubro, a segunda etapa do convênio com a Rede Alagoana de Pontos de Cultura. Mais onze Pontos de Cultura vão ser beneficiados com assinatura do documento que vai garantir o apoio sistemático às atividades desenvolvidas junto à comunidade nas áreas de arte e educação, cidadania com cultura e cultura com economia solidária. A solenidade acontece às 10h, no Salão de Despacho Floriano Peixoto, no Palácio.

Nesta segunda etapa serão beneficiados os novos Pontos de Cultura das cidades de Água Branca, Boca da Mata, Coqueiro Seco, Igaci, Ibateguara, Santa Luzia do Norte, Paripueira, Teotônio Vilela e Maceió. Os municípios de Maceió e Água Branca estão contemplados com dois pontos cada um.

De acordo com o secretário de Estado da Cultura, Osvaldo Viégas, cada um dos Pontos de Cultura selecionados vão receber um total de R$ 60 mil/ano, durante três anos, sendo R$ 40 mil do Ministério da Cultura e R$ 20 mil de contrapartida do Estado. “Iniciamos as atividades do programa com 26 Pontos de Cultura, número que passa agora para 46 novos espaços de acesso aos bens culturais e valorização de manifestações culturais locais”, destacou Viégas.

Na primeira etapa, nove dos 20 Pontos de Cultura, das cidades de Chã Preta, Lagoa da Canoa, Maceió, Porto Real do Colégio, Palmeira dos Índios, Coruripe, Junqueiro e Estrela de Alagoas, foram contemplados.

De acordo com a superintendente de Formação e Difusão Cultural, Catarina Labouré, foram várias as etapas de seleção, desde a publicação do edital, em novembro de 2008, passando pelas oficinas de orientação para elaboração de projetos e plano de trabalho, até a divulgação dos 20 selecionados de um total de 68 inscritos.

Para o presidente do Ponto de Cultura Face a Face, Elvis dos Santos, o convênio vai possibilitar que o projeto atenda a mais pessoas. “Além dos cursos e oficinas ofertados, temos a ideia de produzir um documentário apresentando os contrastes da comunidade antes e depois da implantação do projeto, há 8 anos”, ressaltou o presidente.

O Face a Face, Ponto de Cultura de Maceió, atua com idosos dos bairros do Tabuleiro dos Martins, Antares e Benedito Bentes. “Os idosos são nossas fontes de saber. Através deles podemos resgatar a nossa cultura”, enfatizou Elvis.

A música popular e erudita não foram esquecidas. O Ponto de Cultura Música para Todos, do município de Teotônio Vilela, vai ampliar o número de crianças e jovens que participam das aulas de violão, teclado, bateria e instrumento de sopro. “Atualmente atendemos em média a 150 pessoas. Com o convênio, a nossa meta é chegar a 500 participantes”, acredita Giovani Santos, presidente do ponto.

Segundo ele, o recurso também vai permitir a aquisição de novos instrumentos e ajudar na formação da Orquestra de Flauta e produção de um cd com as músicas das crianças.
O programa Pontos de Cultura é desenvolvido pelo Ministério da Cultura (MinC) em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e tem a finalidade de valorizar as iniciativas em prol da comunidade, na capital e no interior.

Confira os novos Pontos de Cultura

1. Engenho da Serra (Água Branca)
2. Teia Cultural (Água Branca)
3. Girassol de Cultura (Boca da Mata)
4. Notas de Esperança (Coqueiro Seco)
5. Meninos do Sítio (Igaci)
6. Resgatando a Cultura para o Novo Tempo (Ibateguara)
7. Fala Quilombo (Santa Luzia do Norte)
8. Casa de Cultura de Paripueira (Paripueira)
9. Música para Todos (Teotônio Vilela)
10. Caminho da Cantoria de Viola (Maceió)
11. Face a Face (Maceió)

Fonte: Tudo na Hora; Secretaria de Estado da Cultura - Alagoas.

0 Deixe seu comentário: