Blogroll

28 de fev de 2010

Município brasileiro estimula o gosto pela leitura com ações criativas, que desenvolvem a imaginação


Livros espalhados pela cidade fazem parte do conjunto de ações que vêm sendo desenvolvidas em Nova Friburgo (RJ), município que conta com a primeira Secretaria de Leitura do Brasil. O profissional de Artes Cênicas e conhecedor das técnicas de contação de histórias, Francisco Gregório da Silva Filho, assumirá a secretaria até o final do mês de março. Ele é servidor público federal do quadro da Fundação Biblioteca Nacional, vinculada ao Ministério da Cultura. Foi coordenador do Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) na década de 1990 e atuou como presidente da Fundação Cultural Elias Mansur, no estado do Acre.

Todas as ações para incentivar a prática da leitura em Nova Friburgo estão sendo incrementadas com a criação, inédita, da secretaria municipal específica. Ela foi institucionalizada em dezembro do ano passado, dentro do projeto de reforma administrativa do governo municipal. Mas logo no início de 2009 um trabalho de estímulo à leitura começou a ser realizado pelo escritor e educador carioca Álvaro Ottoni de Menezes. As atividades fizeram aumentar em 120% a frequência à Biblioteca Municipal (mais de 300 pessoas por dia), capacitar cerca de 500 professores e atender 22 escolas da cidade.

Pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) revela que uma em cada quatro pessoas entrevistadas acredita que um professor bem capacitado é o fator mais importante para assegurar a boa educação das crianças e jovens do país. A pesquisa foi feita por telefone com 1.350 pessoas de nove regiões metropolitanas brasileiras e de alguns municípios com mais de 50 mil habitantes. O resultado foi divulgado no dia 11 de novembro pelo Movimento Todos pela Educação.

Fonte: Ministério da Cultura - Clique e leia mais.

0 Deixe seu comentário: