Blogroll

8 de mar de 2013

Livro(s): Noturno - A Queda - Noite Eterna

_Noturno, 2009.
_Guilermo Del Toro e Chuck Hoogan.
_Ed.: Rocco.

Vampiros andam na moda nos dias atuais. Melhor eu refazer a frase: a "A Saga Crepúsculo" andou em alta nos últimos anos conquistando milhares de fãs. Eu não poderia falar sobre vampiros autênticos sem citar os vampiros "diet-light" aclamados nos últimos tempos mas que de vampiros mesmo só herdaram os dentes caninos e os milhões que acompanham obras com teor vampiresco e olhem lá... Se você teve o desprazer de acompanhar esses vampiros e acha que aquilo exposto lá representa o vampirismo como ele é, está enganado. Essa dica de livro serve pra você além de navegar em novos mares literários conhecer a verdadeira essência do vampiro: chupar sangue e aterrorizar. Bem, vamos ao que interessa. 

Eu nunca li nada relacionado ao vampirismo além do "Manual do Vampirismo" de 1986 escrito por Nelson Liano Jr, pseudônimo do hoje famoso Paulo Coelho. Havia acompanhado algumas obras boas [como Garotos Perdidos clássico dos anos 80] de qualidade duvidosa no cinema, até assistir Entrevista Com Vampiro [filme que ando procurando para baixar e rever] me interessei de fato pelo tema. Me deparei com a propaganda num site-livraria do primeiro livro da série Trilogia da Escuridão  denominado Noturno; quanto aos autores, desconhecia Chuck Hoogan apesar do mesmo já ser renomado e premiado escritor de thrillers, mas já gostava do trabalho do outro escritor: Guillermo Del Toro [cineasta que dirigiu Blade II, o premiado O Labirinto do Fauno, tirou Hellboy dos HQ´s e lançou na telona, estreou O Hobbit um dia desses... ]

Comprei o livro - falar nisso, esse assunto merece uma matéria, porém enquanto esta não vem quero deixar um pequena crítica relacionada ao preço da cultura, especificamente do livro nesse caso. Um absurdo pagar R$50,00 num livro. Doravante, o livro mereceu cada centavo. A história se desenrola em Nova Iorque, clássico reduto das megalópoles cravadas no globo... O dr. Ephrain Goodweather acompanhado de sua parceira de trabalho no Centro de Controle de Doenças dra. Nora Martinez enfrentam um desconhecido e letal "vírus" que transformam os humanos em seres sugadores de sangue. Porém, como já é de se imaginar, ninguém acredita numa hipótese tão esdrúxula quanto um ataque vampiresco, mas infelizmente, é. Ninguém exceto Abraham Setrakian, um velho de aparência frágil que guarda consigo anos de estudos acerca desses seres sombrios.

ATENÇÃO! CONTÉM "SPOILERS"

O círculo de personagens centrais são esses no primeiro livro; os autores exploram muito bem o psicológico de cada personagem, dando muita vida a trilogia. O protagonista Ephrain Goodweather, por exemplo, é um norte americano típico: garoto exemplar, ótimo aluno que consegue ótimo emprego porém incapaz de gerir relações interpessoais; fato agravado pelo vício em álcool. Por conta de sua insensibilidade emocional, Goodweather perde a esposa Kelly e a companhia do único filho Zack. Numa vida conturbada como essa, um ataque vampiresco para investigar parecer cair como uma luva não? No desenrolar do primeiro livro fica claro que o ataque não é aleatório, tem direção e controle:  um misterioso empresário/bilionário sedento pela vida terna e Gabriel Bolívar um músico satanista cultuado por milhares capitaneados por um ser milenar denominada Mestre para subjugar as nações mais poderosas do mundo.

Em meio a muita ação, suspense e muita informação criativa sobre os vampiros - pesquisa muito bem feita pelos escritores relacionado a questões biológicas: como ocorre a transmutação de humano para vampiro é feita com riqueza de detalhes técnicos/biológicos - fazem vítimas atrás de vítimas...

_A Queda, 2010.
_Guillermo Del Toro e Chuck Hoogan.
_Ed.: Rocco.

Na continuação A Queda, usando do efeito surpresa que foi o ataque vampiresco, os sangue-sugas tomam o poder nas principais cidade do mundo. Dois ótimos personagem ganham destaque à medida que o dr. Goodweather torna-se cada vez mais instável: Vasily Feet e o mexicano contraventor Gus. O primeiro é um exterminador de pragas [algo que vem bem a calhar nesse momento]; vive sozinho e tem descedência ucraniana e forte lembrança do regime Comunista que ditou sua juventude. O segundo é um jovem sem muitas oportunidades na vida que vivia de pequenos crimes no bairro mexicano de NY, porém de grande coração; cuidava da mãe doente e sustentava o irmão viciado em crack.  O cenário na continuação da trilogia é causticante: a sociedade não foi totalmente instinta; alguns capachos dos vampiros servem à milícia que regula os humanos não mordidos que agora trabalham apenas para comer e mais de uma vez na semana tem que doar sangue para alimentar os vampiros chefes. Isso mesmo. Nós, que antes ocupávamos o topo da cadeia, éramos agora sangrados como porcos para alimentar uma raça que, devido à nossa ignorância, nos derrotou. 

Cidades importantes como a própria Nova Iorque, Berlim, Los Angeles, São Paulo, Buenos Aires, Madri, Roma, Lisboa, Amsterdã, etc. saqueadas, serviços públicos inoperantes, medo, morte e destruição. O filho de Goodweather que estava sob a proteção de Nora é levado pelo Mestre, causando intriga entre os dois; entregue de vez ao alcoolismoo doutor faz jus ao ditado popular: "Deus protege doido, bêbado e criança". Em contraponto ao governo vampírico, surge uma aliança inusitada: outros vampiros antigos querem a cabeça do tal Mestre e selam acordo com os renegados personagens já citados. Entre esses novos aliados ganha destaque o misterioso guerreiro Quinlan. O rítmo  do livro não cai, segue fuído, surgindo daí a necessidade de devorar logo o desfecho no livro final da trilogia.

_Noite Eterna, 2012.
_Guillermo Del Toro e Chuck Hoogan.
_Ed.: Rocco.

Como acompanhei os livros assim que foram lançados [2009, 2010 e 2012] ter que esperar quase 2 anos pra ler o capítulo final da trilogia foi duro. A resistência contra o poder vampírico tem como base nossos heróis, agora já apesar de sofrido algumas baixas importantes na equipe, estão cada vez melhores na arte de destruir sangue-sugas. Bem, o desfecho é como era de se esperar desses dois ótimos escritores, inesperado e bastante realista. A sociedade paga o preço por sempre deixar seu destino nas mãos de poucos homens, e agora como era de se esperar dão suas vidas de mão beijada aos novos ditadores vampiros. Depois de uma verdadeira campanha de guerrilha, deixando pelo caminho, amigos, esposa, filho, muito sangue e dor, a resistência esfacelada consegue destruir o ninho do vampiro, porém, o mundo que resta, não instiga a querer viver tamanho foi o estrago causado pelos vampiros. Um dos pontos de reflexão da história é exatamente esse, a dificuldade de reerguer-se do nada, coisa que o homem sempre fez dentro de contextos distintos. Trilogia imperdível pra quem gosta de suspense, terror e ação.

Walter A.
wjr_stoner@hotmail.com / facebook.com/Walter_blogTM

0 Deixe seu comentário: