Blogroll

1 de jul de 2009

ÚLTIMAS:

BIRD: Brasil empata com Peru em raking de corrupção

Relatório divulgado pelo Banco Mundial (Bird) aponta que o Brasil não melhorou significativamente seus mecanismos de controle de corrupção nos últimos 12 anos. A instituição analisa dados do País desde 1996 a partir de 35 fontes de informação como ONGs, governos e institutos de pesquisa. Considerando a nota máxima +2,50 e a mínima -2,50, com margem de erro de 0,14, o Brasil atingiu apenas -0,03. No ranking de países da América Latina, ficou atrás do Chile (+1,31) e do Uruguai (+1,02), e empatado tecnicamente com o Peru (+0,02). A Dinamarca atingiu a melhor nota global, com +2,32.

Em dez anos de medição, os indicadores brasileiros de combate à corrupção não tiveram "mudança significativa", de acordo com um relatório divulgado pelo Banco Mundial. Embora tenha havido uma leve melhora nas estatísticas entre 2007 e 2008, a pequena variação dentro da margem de erro significou que este avanço foi "estatisticamente insignificante", de acordo com o critério do banco. Do ano retrasado para o passado, o Brasil passou de -0,21 para -0,03. A margem de erro foi de 0,14 ponto. Dez anos atrás a pontuação do Brasil era +0,10 com uma margem de erro de 0,18 ponto.

Em um outro critério de medição, os autores do estudo afirmaram que 58% dos países do mundo estão piores do que o Brasil na questão de controle à corrupção. No ano passado, o país estava melhor do que 52% deles. Mas, novamente, a margem de erro, que vai de 50% a 63%, indica uma variação pouco significativa. Ou seja, aparentemente nada mudou em dez anos.

Fonte: Agência Estado

Walter Jr.

2 Deixe seu comentário:

Esse estudo começou numa época em que tudo era mais ainda por debaixo dos panos. Temos que esperar pelos próximos resultados, talvez daqui a uns 6 ou 7 anos, ai sim poderemos ter algo significante e real, na minha opinião.

Mesmo em 7 anos, se não houver punição exemplar, é bem capaz de termos perdido do Peru que é comandado por um narco-governo. Opa, mas peraí! O telefone da gráfica do Senado era um disque drogas na decada de 90´, segundo o livro A Ética da Malandrage de Lucio Vaz... Então falta pouco pra ficarmos igualzinho ao Peru ou Bolivia...