Blogroll

3 de set de 2009

Secretaria Municipal de Cultura: deu sinal de vida

A Secretaria Municipal de Cultura de União dos Palmares deu um suspiro de vida, finalmente.

As últimas informações que saíram da toca da cultura palmarina foram as seguintes:
1 - Dois projetos de Lei foram aprovados nesta terça (01/09), na Câmara de Vereadores. O primeiro foi da Lei Municipal de Incentivo a Cultura, denominada de Lei Professor Dilson Moreira, e o segundo que visa criar o Fundo Municipal de Cultura.

2 - Sr. Elson Davi, Secretário de Cultura, avisou que neste segundo semestre o trabalho da Secretaria irá se concentrar no desenvolvimento de novos grupos folclóricos como Côco de Roda, Baiana, Patoril e também da Dança Afro. Elson, ainda informa que apesar da Casa de Cultura ainda está em reforma, esta ação será logo iniciada e atenderá primeiramente os jovens do Pró-Jovem, mas, logo em seguida, estará aberto a toda comunidade.

3- A programação do 20 de novembro que já está pronta, o evento acontecerá de 06 a 22 de novembro, a ideia para esse ano de 2009 consiste em encontros, palestras, exposições de arte e fotografia, oficinas, teatro, cinema, feira de artesanato, apresentações culturais, shows, além das tradicionais, Beleza Negra de Muquém e Beleza Negra de União dos Palmares.

As informações aqui expostas foram colhidas no blog A Terra da Liberdade, uma vez que o Sr. Secretario de Cultura, o multi títulos acadêmicos Elson Davi, não libera informações nem dá a mínima atenção às sugestões e críticas do Tempo Moderno.

Comento: Os projetos de lei são importantes e realmente estabelecem um grande passo rumo a uma evolução da Cultura de União dos Palmares. De acordo com o blog Acorda União, outro projeto lei também foi aprovado nesta sessão do dia 1º de setembro, o PL 18/2009, de iniciativa do Poder Executivo, tendo como objetivo o incentivo fiscal para pessoas físicas e jurídicas no tocante a Projetos Culturais. A partir de agora poderá ou deverá ficar mais fácil a vida de quem tem vontade de realizar ou até mesmo patrocinar um projeto ou evento cultural.

Um ponto fraco dessas novidades é a falta de apoio aos grupos alternativos e à política de criação de uma mentalidade cultural na cidade. Faltam projetos e ideias, a cada notícia da Secretaria, menos se percebe iniciativas nesse sentido. O povo palmarino continua analfabeto cultural, pois os eventos e iniciativas acontecem de maneira rara e com espaço de tempo muito grande. Sem falar na qualidade da organização que tem deixado muito a desejar. Outro ponto, a Casa de Cultura se encontra numa reforma interminável e, segundo Paulo de Castro Sarmento Filho - ex-Secretário de Cultura e proprietário do imóvel - faltou verba e a reforma ficará parada até segunda ordem. Sobre o projeto das comemorações do "20 de Novembro", se a programação está pronta porque não adiantar informações sobre ela?

Wenndell Amaral

0 Deixe seu comentário: