Blogroll

12 de nov de 2009

Quase metade dos jovens do país está na pobreza, mostra IBGE

Quase metade das crianças e dos jovens de até 17 anos estava em situação de pobreza ou extrema pobreza no ano passado, de acordo com estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Segundo o levantamento, intitulado Síntese dos Indicadores Sociais , 44,7% das crianças e adolescentes do país estavam na condição de pobreza ou pobreza extrema, o equivalente a cerca de 11 milhões de pessoas. Apenas 36,8% dos jovens de 18 a 24 anos têm ensino médio completo e 34,9% das mulheres são chefes de família.

Pelos critérios da pesquisa, um pobre tem um rendimento domiciliar per capita de até meio salário-mínimo por mês ao passo que o extremo pobre tem uma renda de até um quarto do mínimo. No Nordeste, 66,7% das pessoas com até 17 anos vivem na pobreza ou na extrema pobreza ao passo que no Sudeste o contingente era de 31,5%.

A estrutura etária do país manteve o processo de envelhecimento, segundo o IBGE. A taxa de fecundidade no país atingiu 1,89 por mulher sendo que na região sudeste esse nível ficou em perto de 1,5 filho por mulher, se aproximando do padrão europeu. Com a redução da fecundidade e aumento da esperança de vida, o número de idosos não para de crescer. Em 2008, eram aproximadamente 21 milhões de pessoas com mais de 60 anos superando os contingentes de países europeus como França, Itália e Inglaterra, segundo o IBGE.

Fonte: IBGE

0 Deixe seu comentário: