Blogroll

28 de mai de 2010

Livro: O Apanhador no Campo de Centeio

- O Apanhador no Campo de Centeio*
- J. D. Salinger.
-Ed. Ática

O que faz com que um livro narrando acontecimentos quase banais, ocorridos com um adolescente que não tem nada de extraordinário, transforme-se na mais acurada e sensível crônica da juventude deste século? Só os espertos que chegaram a ler O Apanhador no Campo de Centeio, do escritor americano J.D. Salinger, é que podem dizer com certeza. Prestes a completar 60 anos de publicação - surgiu em 1951, antes mesmo dos pais da maioria de vocês nascerem - a novela de Salinger é não só uma das mais marcantes obras da literatura norte-americana contemporânea; é também um marco na longa estrada que os jovens trilharam (e ainda trilham) para provar que têm direito a uma voz e uma visão de mundo próprias.

É bastante possível que você nunca tenha lido O Apanhador. No entanto, se você tem um mínimo de "antenidade" com o mundo que o cerca, muito provavelmente já leu ou ouviu alguma alusão ao livro no cinema, em jornal, revistas ou em outros livros. O fato é que este singelo romance de 1951 virou lenda ao longo dos anos, e fez de seu autor, Jerome David Salinger, um dos maiores mistérios da história recente da literatura. A pequena revolução que O Apanhador causou no comportamento da juventude americana - e por tabela, no comportamento da juventude do mundo todo - ecooa até hoje, fazendo parte da cultura da segunda metade de nosso corrente século.

O Apanhador narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 17 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um pomposo internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter levado bomba coletiva em quase todas as matérias. Na volta para casa, ao se preparar para enfrentar o inevitável esporro da família, Holden vai refletindo sobre tudo o que (pouco) viveu, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta enxergar alguma diretriz para seu futuro. Antes de se defrontar com os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, sua irmãzinha) e tenta lhes explicar a confusão que passa por sua cabeça.

E é só isso aí. Não há nada de mais trágico, ou dramático, na história; é só um adolescente voltando para casa. A grande magia de O Apanhador é justamente esta: ser uma história de e para adolescentes, e não meramente um livro "recomendado para leitores em idade escolar". Foi a primeira vez na literatura americana (ou mesmo na mundial) que o universo próprio dos jovens foi estudado a fundo e exposto de maneira absolutamente natural, sem nenhuma pretensão ou didatismo. As idéias, conceitos, bobeiras, burrices, enfim, toda a loucura de ser jovem, nunca tinham sido traduzidos de uma maneira tão profundamente sintonizada com a realidade.
> Vale um aparte aqui: antes de O Apanhador, simplesmente não existia esta coisa que há hoje de "cultura jovem". Pode ser difícil de acreditar, mas há meros 50 anos os jovens (e sua maneira de pensar, suas idéias próprias e suas aspirações) não eram levados a sério pelos adultos de forma alguma. Ser jovem, nos anos pré-Elvis Presley, era apenas estar em um estágio irritante entre criança e o "homem feito", uma fase que devia passar o mais rápido possível e sem maiores dores. O que não quer dizer que os jovens não tivessem seus anseios e preocupações - que não eram infantis nem adultas - mas que eram ignoradas pelos mais velhos. O Apanhador, com seu relato sem retoques de tudo aquilo que realmente se passa na mente de um adolescente, ajudou a tornar a sociedade mais atenta à barra (às vezes, pesada) que é ser jovem.

E o talento sem tamanho de J.D. Salinger é um dos maiores responsáveis pelo status cult do livro até hoje. Apesar de já ter passado longe da adolescência quando escreveu a obra (estava com 32 anos quando o livro saiu), o autor penetrou de forma admirável na maneira própria que os jovens têm para se expressar. O livro marcou época por seu uso ousado de gírias, e expressões e referências "chulas" - que andavam na boca da rapaziada da época. Salinger colocou em Holden Caulfield, de forma realista e convincente, tudo o que se passa na cabeça de um rapaz de 17 anos: as preocupações com o futuro, a incerteza de todo o mundo que passa por esta fase, as garotas (claro!)... Tudo de uma maneira que nunca havia sido vista antes, com liberdade de estilo, inteligência e um raro sentimento de proximidade com o universo jovem.

O mesmo sucesso que consagrou de vez o talento de Salinger (que já vinha, desde os anos 40, publicando contos em revistas) foi sem dúvida o responsável pelo rumo inesperado que sua carreira (e sua vida) tomou desde então. O Apanhador, seu primeiro romance (e único volume de material inédito) tornou-se uma coqueluche instantânea entre os jovens americanos, enlouquecidos ao finalmente conseguirem se identificar de forma tão perfeita com um herói de literatura. Engraçado, comovente e forte, o livro é literatura de primeira: leve e ágil, próprio para gente jovem (que ainda não "tem paciência com esta coisa de literatura"). Mas com estilo totalmente próprio e marcante.

Depois de vender 15 milhões de exemplares e virar uma celebridade mundial, Salinger - notoriamente tímido e agressivamente modesto em relação a seu talento - primeiro isolou-se em uma casa no topo de uma montanha, em uma cidadezinha de mil habitantes. Depois foi diminuindo o ritmo de produção (publicou seu último conto, Hapworth 16, 1924, em 1965, na revista The New Yorker) e afinal cortou qualquer contato com a mídia. Não concede entrevistas, não se deixa fotografar e nunca permitiu que nenhum dos seus livros fosse adaptado para o cinema (assim como o próprio Holden Caulfield, Salinger odeia cinema). Em dezembro de 1997, o escritor, do alto de seus 78 anos, autorizou afinal o lançamento de seu quinto livro (justamente a publicação em capa dura de Hapworth 16, 1924), o primeiro em 34 anos. (Parece o My Bloody Valentine.)

A mística sobre o autor de O Apanhador não se sobrepôs ao impacto da obra em si. Holden Caulfield e suas desventuras se tornaram precursores do mito da juventude rebelde - Holden contesta os mais velhos e não quer se tornar como eles, a quem considera farsantes. Toda a sua luta é para preservar os valores que ele acha verdadeiros e sinceros. Pode-se dizer que a figura de James Dean, o rebelde sem causa, é filhote da cruzada de Holden por sua integridade. O livro foi citado por incontáveis bocas célebres ao longo dos anos, em filmes e outros livros. Uma das notas tristes na "biografia" da obra é que o livro teria inspirado o maluco Mark Chapman a cometer o ato que o tornou macabramente famoso - assassinar John Lennon, em 1980. Mas nem por isto O Apanhador deixou de ser um dos livros indispensáveis (talvez o único realmente indispensável) na formação de qualquer jovem que deseja compreender melhor a si mesmo, e como o mundo o enxerga - e a seus colegas. Eu mesmo li duas vezes: a primeira aos 12 anos, a segunda - no original em inglês, mais engraçado ainda - aos 19. E ainda vou encarar uma terceira, assim que achar um exemplar em algum sebo: o livro, editado pela Editora do Autor, anda bastante arredio. Mas quem achar, agarre na hora. É a fonte da eterna juventude.

Curiosidades:
-Além da música Who Wrote Holden Caulfield? (Kerplunk!, de 1992), o Green Day faz referências a Holden Caulfield nos cinco álbuns da banda.

- A letra de In Hiding, do Pearl Jam, fala sobre tentar achar a casa de Salinger. Eddie Vedder disse ao NME que, no fundo, é uma metáfora sobre tentar encontrar a casa de Deus, "como se Ele fosse um recluso; você encontra a casa Dele, abre Sua caixa de correspondência e descobre que está cheia de junk mail".

- Quando perguntaram a Mark Chapman por que ele matara John Lennon, o pertubado-mental-ou-pau-mandado-da-CIA disse: "Leia O Apanhador no Campo de Centeio e você descobrirá porque o fiz. Esse livro é meu argumento".

- Em uma referência a Chapman, o filme Teoria da Conspiração traz Mel Gibson no papel de um lunático que compra todas as cópias de O Apanhador... que consegue encontrar, sem nunca ter lido o livro.

- A Disney tem um projeto de produzir uma versão animada de O Apanhador... com um pastor alemão como Holden Caulfield... (que Deus nos livre e o santo Salinger proiba todo esse lixo!).

- A banda americana The Caulfields.

- A gravadora indie Caulfield Records (PO Box 84323 Lincoln, NE 68501 USA).

- A cantora Lisa Loeb fundou a banda Nine Stories, título de um dos livros de Salinger.

- Bill Halley and his Comets gravaram a homenagem a Salinger Rocking Through The Rye (1958).



Por Marco Antônio Bart
*via e-mail
Bookmark and Share

27 de mai de 2010

Programa Mesa Z recebe Mário Agra


Neste próximo sábado (29), a equipe de blogueiros e cidadãos de União dos Palmares, estarão conversando com Mário Agra Júnior, pré-candidato ao governo de Alagoas pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

Agra é natural de Viçosa, engenheiro, e foi candidato à prefeitura de Maceió em 2008. Neste ano Mário Agra vai disputar o Palácio República dos Palmares, provavelmente, com Ronaldo Lessa, Fernando Collor e Teotônio Vilela Filho.

O Mesa Z vai ao ar nos sábados a partir das 11 horas através da rádio Zumbi FM 87,9Mhz.

A participação no Mesa Z é livre através do e-mail radiozumbifm@hotmail.com ou pelo telefone (82) 3281-2314. Se preferir, envie e-mail para o Tempo Moderno que repassamos ao Mesa Z sua pergunta, sugestão ou crítica ou ainda diretamente para o e-mail do grupo: mesaz@groups.live.com

Também é possível escutar o Mesa Z na internet pelo site www.uniaowebradio.com.br no horário do programa.

Bookmark and Share

Eleições Reitoria Uneal: Jairo Campos e Laudirege Fernandes disputarão segundo turno

Foto: Ivan Nunes.
A comunidade acadêmica da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) foi às urnas, nesta quarta-feira (26), para eleger o novo reitor e vice-reitor da instituição pública superior de ensino que apresenta campus das cidades de Arapiraca, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema, São Miguel dos Campos e União dos Palmares, além da extensão universitária em Maceió.

Três chapas disputaram a eleição, chapa 1 formada pelos professores Jairo José Campos da Costa e Clébio Correia de Araújo; chapa 2, que é composta das professoras Laudirege Fernandes e Rosângela Nunes de Lima, e a chapa 3, com os candidatos Edel Guilherme Lima Pontes e Moisés Calu de Oliveira.

Os candidatos das chapas 1 e 2, Jairo Campos e Laudirege Fernandes, saíram na frente com 49,43% e 30,16%, respectivos. A dupla vai disputar o segundo turno. Já o candidato da chapa 3, Édel Guilherme Pontes, ficou com 20,41% dos votos. Mais de dois mil eleitores, entre professores, alunos e técnicos, participaram do primeiro turno das eleições.

A apuração dos votos teve início às 21h30 e se estendeu até às 4h da manhã. Como ninguém atingiu 50% dos votos, a disputa pela reitoria seguirá com um segundo turno entre Jairo Jose Campos e Laudirege. A comissão eleitoral divulgará em breve a data do próximo pleito.

Fontes: Cadaminuto.com.br; Unel.edu.br.

Bookmark and Share

Comentário sobre o Tempo Moderno no blog Soap Opera Novel

Segue abaixo o texto postado no blog Soap Opera Novel, comandado por João Arruda.

"Bem, estive um tempinho sem criticar por razões... ahm... vejamos... "psicológicas". Não encontrava um blog bom para comentar aqui. Fato. Mas agora estou com um sistema de busca de blogs mais eficiente, e consegui achar o que eu queria, que é sobre o que eu vou falar agora.
"Tempo Moderno" é um clássico blog de comentários ativistas. Revoltado com a ordem atual das coisas e em busca de novos argumentos, novas notícias, um novo querer renovar.

Suas postagens são bem variadas, não ficando só na exposição de fatos realmente revoltantes, mas como também, trazendo cultura para o povo. O autor, pelo que eu percebi, é Alagoano, e como nordestino, tenta espalhar a cultura tão desmistificada pelas outras regiões e tão estereotipada por causa das secas. O autor revela que o Nordeste não tem só miséria e revela tudo de maravilhoso que há na cultura nordestina.

Ele também colabora em um periódico estudantil local chamado "O Paredista", no qual expõe suas ideias, junto com outros dois redatores, assim como textos cômicos, resenhas, críticas sociais, entre outras.

O visual do blog é estilo jornal mesmo, para estimular os leitores a acreditar que o que se fala ali no blog é coisa séria. Sem muitos enfeites, nem colorido demais. No menu à direita, há uma série de seções, assim como "Evento", local onde o autor coloca o convite para algum tipo de evento social, cultural, entre outros, e as seções onde o autor coloca sugestões de filmes, livros e música. Sempre tem algo de bom lá, além é claro, das campanhas de cunho público, links e etc.
"Tempo Moderno", como diria Lobão, é um blog que realmente faz uma diferença no seu cerebelo.

Peace All!"

Bookmark and Share

26 de mai de 2010

Quando mudará?

O poder público, diante dos preceitos originários do Estado brasileiro, teria de ser a mão de amparo da sociedade, escutando as mazelas da população e ao mesmo tempo tentando resolvê-las. Deve trabalhar pautado no interesse público, com mão de obra prudente e enraizada na moralidade e na ética. Infelizmente, é incalculável o tamanho da dificuldade quando se tenta observar as finalidades de uma administração pública na maioria das cidades brasileiras.

Grande parte dos problemas no correto gerenciamento de uma cidade é a intenção descarada, explícita, de se apropriar da coisa pública. E a isso deve-se somar a falta de interesse, de cuidado, de vontade por parte dos servidores públicos em realizar suas funções de maneira proba, visando os objetivos pelos quais foram investidos em seus cargos e funções. Importam-se só e somente só com a remuneração. Ainda, pior: o povo que não tem a cultura de saber lidar com a política e com os políticos de maneira que não seja subserviente.

Salvo as exceções, tantos os agentes políticos como os agentes públicos (os chamados “concursados”), parecem estar nem ai para uma evolução rápida, eficiente e proveitosa do Estado. Seus umbigos falam mais alto. Os planos de reeleição, de um cargo maior ou de uma melhor remuneração vêm sempre em primeiro lugar.

No caso dos políticos, praticamente governam investindo na próxima campanha. Esse é o trabalho deles. Eles não têm profissão, ou melhor, transformam-se em políticos profissionais. Querem uma vida inteira em cargos públicos. Quando não é assim, no momento em que dizem que não mais querem concorrer a cargos políticos, conseguem magicamente tantos bens que nem podemos contar a olho nu e depois deixam como herança para o próximo esperto reclamar e continuar a história.

Bookmark and Share

25 de mai de 2010

Exército e reservistas da Coreia do Norte estão em alerta para guerra

O presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-il, pôs em alerta o Exército e os reservistas depois que Seul o acusou formalmente de ter disparado um torpedo que causou a explosão e o afundamento de um navio de guerra sul-coreano, causando a morte de 46 marinheiros, informou a agência "Yonhap", da Coreia do Sul. A ordem aconteceu no mesmo dia em que uma equipe de especialistas internacionais garantiu em Seul que o navio sul-coreano "Cheonan", de 1,2 mil toneladas, foi afundado em 26 de março perto da fronteira entre as Coreias por um torpedo disparado por um submarino norte-coreano.

As Coreias atravessam uma situação de forte tensão depois que Seul anunciou nesta segunda-feira a suspensão das relações bilaterais e exigiu desculpas ao regime de Kim Jong-il como resposta ao ataque. O afundamento do "Cheonan" é o incidente mais grave na disputada fronteira marítima do Mar Amarelo (Mar Ocidental) entre os dois países desde o fim da Guerra da Coreia (1950-1953), que terminou com um armistício.

Fonte: EFE
Bookmark and Share

21 de mai de 2010

Vibe Festa disponibiliza digitalmente programa Mesa Z

O site Vibe Festa, capitaneado por Felipe Talles, está disponibilizando digitalmente o programa Mesa Z, que vai ao ar todos os sábados à partir das 10h na RÁDIO ZUMBI 87,9 fm. As entrevistas com o atual prefeito Areski de Freitas, vulgo Kil, e com o ex-governador Manoel Gomes de Barros, vulgo Mano, já estão disponíveis para download. Clique aqui e acesse a página do Vibe Festa.

Bookmark and Share

20 de mai de 2010

O Paredista

A edição de Maio do jornal "O Paredista", que circula nos ônibus dos estudantes, já está disponível para download no nosso HD Moderno.

MÚSICA: Jimi Hendrix

- Jimi Hendrix
- Eletric Ladyland, 1968.

Nascido em seattle em 27 de novembro de 1942, James Marshall Hendrix começou tocando blues, influenciado por Muddy Waters e Robert Johnson. tocou em diversas bandas com amigos até se mudar para new york, em 1963, onde passou a trabalhar como músico de estúdio, gravando e tocando com os Isley Brothers, Jackie Wilson, Sam Cooke e Little Richards.

Jimi era extremamente tímido. Fora dos palcos, um homem de poucas palavras. Em ação um homem endiabrado: usava roupas psicodélicas, dançava como se estivesse possuído e disparava riffs e fraseados das fenders cheias de efeitos inovadores para à época - hoje tão comuns em qualquer música pop ou underground - sem falar na mania no mínimo extravagante de queimar guitarras em meio aos shows.

Hendrix decidiu abandonar a carreira de músico de apoio em 1966. e no ano seguinte estreava com o já tão aclamado álbum You Are Experience? liderando a banda Jimi Hendrix Experience que contava com o baixista Noel Redding e o percussionista Mitch Mitchell. Juntos eles fizeram sucesso na Europa e conquistaram os EUA graças a sua música totalmente nova, cheia de energia e elementos que ninguém tinha ouvido, ainda. O guitarrista dava preferência a amplificadores distorcidos e crus, dando ênfase ao ganho e aos agudos, e ajudou a desenvolver a técnica, até então indesejada, da microfonia. Hendrix foi um dos músicos que popularizou o pedal wah-wah no rock popular, que ele utilizava frequentemente para dar um timbre exagerado a seus solos, particularmente com o uso de bends e legato baseados na escala pentatônica.

Eletric Ladyland é o segundo álbum da trupe. É possível identificar a evolução pois Jimi manera na fúria inicial e carrega na técnica apurada sem perder o peso e complementando sua identidade musical com músicas que vão do (hoje chamado de) pop [Have You Even Been], hard rock [Crosstown Traffic, Come On (Let The Good Times Roll), Gypsy Eyes], blues, [Voodoo Child] jazz [Rainy Day, Dream Away], rock psicodélico [Little Miss Strange, Long Hot Summer Night, Burning of the Midnight Lamp]. Enfim, o álbum todo é ótimo, ouve-se da 1º até a última música e a idéia de pular uma faixa sequer vem à cabeça.

Em 1970 Hedrix, inaugura seu próprio estúdio em Nova York, e o batiza de Electric Ladyland. O lugar demorou meses até ficar pronto do jeito que Jimi queria: as paredes do lado de fora do prédio impressionava os pedestres pois eram arredondadas para facilitar a acústica. O músico gastou na época 1 milhão de dólares na empreitada. O guitarrista faleceu em londres alguns dias depois, por intoxicação com barbitúricos e sufocado pelo próprio vômito. Jimi Hendrix morreu, mas continua influenciar inúmeros guitarristas. Clique aqui para baixar direto do nosso HD Moderno.

Walter A.
www.twitter.com/walter_amaral
Bookmark  and Share

19 de mai de 2010

Ficha Limpa é aprovado no Senado, agora é com o Lula

O Senado aprovou em sessão extraordiária nesta quarta-feira (19) o projeto ficha limpa, que impede a candidatura de políticos condenados na Justiça em decisão colegiada em processos ainda não concluídos. Foi mantido o texto aprovado na Câmara. O projeto teve 76 votos a favor, sem votos contrários e abstenções – o presidente do Senado não votou e quatro senadores não compareceram à sessão. O projeto segue agora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A votação só foi possível depois que o senador Marconi Perillo (PSDB/GO), presidente em exercício que substitui José Sarney, apresentou parecer, aprovado no Plenário, que autorizou a votação em sessão extraordinária. Sem este expediente a votação não teria possível, pois a pauta do plenário estava trancada em função da existência de quatro medidas provisórias vencidas e quatro projetos de lei do pré-sal.

O projeto impede a candidatura de políticos condenados pela Justiça por crimes como abuso de poder econômico, corrupção, homicídio e tráfico de drogas.

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), que fez a proposta com o respaldo de mais de 1,9 milhão de assinaturas, acredita ser possível aplicar a nova regra já nas eleições deste ano, se Lula sancionar o projeto até 9 de junho, véspera do primeiro dia permitido pela Justiça Eleitoral para convenções partidárias que definirão os candidatos.

A justiça deverá decidir quando começará a valer a lei após sanção presidencial. O senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) protocolou na terça (18), no TSE, uma consulta sobre a aplicabilidade para esta eleição caso o projeto se torne lei e entre em vigor até 5 de julho, prazo final para o registro de candidaturas na Justiça Eleitoral.

Fontes: G1.globo.com; CartaCapital e Senado.gov.br
Bookmark and Share

18 de mai de 2010

Minc comtempla União com Espaço Mais Cultura e abre inscrições para edital de apoio a bibliotecas públicas

UNIÃO DOS PALMARES "GANHA" R$ 450 MIL PARA A CULTURA

O Ministério da Cultura vai investir R$ 9 milhões para construir 20 espaços culturais multiuso em municípios com até 500 mil habitantes. Os projetos foram selecionados pelo edital Espaços Mais Cultura e receberão R$ 450 mil cada. A ação tem como prioridade atender cidades com poucos ou nenhum equipamento cultural, como teatros e museus.

Dos 20 municípios contemplados, a maioria é do Nordeste - Bahia (4), Alagoas (2), Pernambuco (2) e Ceará (1). As regiões Sudeste e Sul tiveram cinco projetos selecionados cada: Minas Gerais (4) e São Paulo (1) pelo Sudeste; Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (2) e Paraná (1) pelo Sul. O município de Novo Acordo (TO) foi o único escolhido da Região Norte.

Os dois municípios alagoanos são Penedo e União dos Palmares. Com o dinheiro do Minc os municípios selecionados terão biblioteca, cineteatro, salas multiuso para exposições e oficinas. O Espaço Mais Cultura tem como objetivo a construção, reparação ou adaptação de centros culturais que permitam às comunidades o acesso a um centro cultural e a participação nas atividades por meio de uma gestão compartilhada com as prefeituras.

Representantes dos 20 municípios com projetos selecionados deverão comparecer na Oficina de Trabalho Espaços Mais Cultura, que acontece nos dias 20 e 21 deste mês em Brasília, a fim de treinamento de capacitações e consultorias para o ajuste dos projetos. Os representantes das prefeituras selecionadas receberão, ainda, instruções de como melhor promover a mobilização social, ou seja, como fazer com que a comunidade se aproprie do espaço.

Provavelmente, o representante de União dos Palmares será o secretário de cultura, Elson Davi. Resta saber de forma clara os planos da secretaria de cultura quanto ao destino da verba deste edital. Ela será usada para a reetruturação total da Casa Cultural Maria Mariá, por exemplo? Ou será destinada para a construção de um novo espaço cultural? Cabe agora fazer uma escolha razoável e que venha a ser efetivada visando o melhor para o acesso do povo palmarino à cultura. Aguardaremos novidades e esclarecimentos por parte da secretaria municipal de cultura.

EDITAL MAIS CULTURA DE APOIO A BIBLIOTECAS PÚBLICAS 2010

Estão abertas as inscrições para o edital Mais Cultura de Apoio a Bibliotecas. Os Municípios poderão receber mais de 30 milhões de reais para investimento nas bibliotecas públicas. Os recursos são destinados a compra de acervos, equipamentos e mobiliário, bem como a atividades de capacitação dos funcionários.

Além disto, serão atendidos projetos de implantação de bibliotecas em bairros periféricos e distritos rurais. Projetos de adequação para atendimento a pessoas com deficiência também serão implantados. Os Municípios interessados deverão fazer suas inscrições até o dia 15 de junho.

Para participar da seleção pública, o candidato deve elaborar seu projeto de acordo com o edital, escolhendo uma única biblioteca pública sob sua responsabilidade, ou localidade de sua jurisdição que não a possua, para ser beneficiada em uma única das seguintes categorias: Apoio a bibliotecas públicas municipais; Implantação de bibliotecas de bairro, distritais e/ou rurais; ou Apoio a bibliotecas acessíveis.

Para mais informações clique AQUI.

Bookmark and Share

16 de mai de 2010

Filme: Solaris

Solaris (Solyaris)
União Soviética, Ficção científica, 1974
Direção de Andrei Tarkovski


Ficção científica é um gênero cinematográfico de rotulação poderosa, acarretando logo um pré julgamento do filme através do título, do trailer, da capa do Dvd ou qualquer outra informação concebida. Pode-se rejeitar ou, de pronto, recepcionar um filme desse segmento sem ao menos assistir para ter a noção do que se trata.

Em Solaris esse pré-julgamento é obsoleto. Baseado no livro lançado em 1961 de mesmo título e escrito por Stanisław Lem, o filme apresenta mais que uma ficção científica, ele dá a sensação estranha de uma suposição psicológica através dos diálogos e interações dos personagens.

Solaris é um planeta composto por um imenso oceano. Dai a humanidade densevolve um novo ramo científico, a solarística. Humanos são enviados para estudar aquele planeta e a possibilidade de existência de vida extraterrestre. Um psiquiatra é enviado a uma estação que está na órbita de Solaris para averiguar estranhos acontecimentos. Na estação espacial, o personagem psiquiatra se depara com a morte de um amigo antigo e com o comportamento suspeito e estranho dos demais astronautas que restaram. A partir desses fatos inesperados, acontecimentos aparentemente inexplicáveis também começam a envolver o psiquiatra, levando-o a uma introspecção reveladora.

Comparado a 2001: Uma Odisséia no Espaço, de Stanley Kubrick, como sendo uma resposta da União Soviética a produção americana, Solaris se apresenta mais humano, mais palpável que a obra Kubriquiana, esta sendo extremamente fria e estéril. Vejo os dois filmes com grande diferenças, mas também com grandes qualidades.

Em 2002 o diretor Steven Soderbergh ficou a frente de uma adaptação americana do livro de Stanisław Lem, mas claro que bebendo da fonte do Solaris de Tarkovski. O filme de Soderbergh foi produzido por James Cameron (Titanic, Avatar). Filmes como IA - Inteligência Artificial, de Steven Spielberg; Matrix, dos Irmãos Wachowski; Metropólis, de Fritz Lang; e Sunshine, de Danny Boyle marcam relação com Solaris.

Solaris trata da ciência, do homem, de seus medos e frustrações. Do que podemos entender ou não. A razão presta sentido a realidade? Ou nossos sentidos deturpam nossas reações? Diz Kelvin, o personagem psiquiátra: “O sentido da vida e outros temas eternos pouco preocupam um homem feliz. Estes problemas só o preocupam no fim da vida. Mas ninguém sabe quando chega o fim. Por isso, estamos sempre com pressa.”

Então, sem pré julgamentos, assistir ficção científica como Solaris é usar esse pano de fundo espacial e tecnológico, extremamente atual, para refletir sobre nós mesmos, pois estamos cercados mais do que nunca por um mundo interligado e veloz, cada vez menos humano. Sufocante.

Bookmark and Share

FOCCO/AL - Parlamento Jovem

O FOCCO/AL – Fórum de Combate à Corrupção de Alagoas, por intermédio de sua Coordenação-Executiva, composta de representantes do Ministério Público Estadual, do Instituto Silvio Vianna, da Procuradoria da República e da Advocacia Geral da União vem convidar para participar da Diplomação do PARLAMENTO JOVEM, eleito entre os alunos da faixa etária de 16 a 22 anos, da cidade de União dos Palmares –AL. O Parlamento Jovem faz parte da CARAVANA DE CIDADANIA, projeto desenvolvido pelo FOCCO-AL.

Programação:

Data: 19-05-2010.Local: Auditório da 7ª CRE (Coordenadoria Regional de Ensino) – Av Monsenhor Clovis Duarte, 498, União dos Palmares – Alagoas. Das 08:00 às 08:45h: Credenciamento. Das 08:45 às 09:00h: AberturaDas 09:00 às 09:30h: Diplomação do Parlamento Jovem e fala de seus representantes. Das 09:30 às 10:30h: Palestra: O Estado, o Tributo e o Cidadão - Advogado Everaldo Patriota-Pres CEDDH. Das 10:30 às 10:45h : Intervalo. Das 10:45 às 11:45h: Palestra: O Gestor e o Orçamento Público - Auditor do TCU João Walraven (Chefe do TCU/AL). Das 11:45 às 12:30h: Debate. Mediador: Auditor da Receita Federal Pedro Guido. Das 12:30 às 14:00h: ALMOÇO. Das 14:00 às 14:45h: Palestra: Licitação e Estágios da Despesa Pública - Auditor do TCU Eduardo Choi. Das 14:45 às 15:00h: Intervalo. Das 15:00 às 16:30h: Oficina: Exame de Processo de Contratação de Serviço - Analista da CGU Sergio Studart. Das 16:30 às 17:00h: Debate. Mediador: Promotor de Justiça Ubirajara Ramos-Coordenador do FOCCO. 17:00h : ENCERRAMENTO

Bookmark and Share

15 de mai de 2010

Mulher é vitima de assalto dentro de delegacia em SP

Uma mulher foi vítima do crime 'saidinha de banco' dentro de uma delegacia de Salto , a 97 km da capital paulista. Ela lutou com os ladrões para impedir que eles levassem a bolsa com os R$ 13.500 que havia sacado no banco. Não adiantou: foi roubada. Nenhum policial tentou impedir a ação dos bandidos.A mulher entrou na delegacia para prestar queixa de um celular clonado e foi surpreendida pelo bandido.

- Entrou um rapaz alto e forte: 'Eu quero a bolsa'. Ele puxou de um lado, eu puxei de outro. Arremessei por cima do balcão. Passou por cima das atendentes e caiu do lado de dentro. Ele subiu no balcão, pulou para o lado de dentro. Eu pendurei nele. Quando viu que não se livrava de mim de jeito nenhum, ele gritou para o comparsa: "Atira nela!". Aí eu soltei.

A mulher ficou com o braço machucado. Ela afirma que dois escrivães que estavam na delegacia não fizeram nada e, depois, um deles disse que não interferiu porque achou que era uma "briga de marido e mulher".A vítima diz que achou o cúmulo do absurdo. - Fosse briga de marido e mulher, fosse briga de vizinhos, o mínimo que eles podiam fazer era interferir - afirmou a mulher. - Fiquei assim tão impotente, que fiquei pensando: E agora? Vou reclamar aonde, com o bispo? Porque onde a gente vai reclamar e na delegacia, se nem lá eu tenho segurança vou reclamar aonde?

Fonte: G1

Brasil, líder e pioneiro em prevaricação. Sem comentários.
Bookmark  and Share

14 de mai de 2010

A "guerra ao terror" atravessa o Atlântico

Na última sexta feira(7), a polícia de Nova York se deparou com mais uma ameaça de atentado: uma bolsa térmica abandonada na Times Square, coração financeiro de Nova Iorque, provocou a evacuação de alguns quarteirões da região. O esquadrão antibombas concluiu que não se tratava de uma ameaça. Um policial que fazia uma patrulha de rotina encontrou o objeto numa calçada nas imediações da Rua 46 e da Broadway, por volta das 14h15m, em frente ao hotel Marriott Marquis. Carros e pedestres foram impedidos de circular por alguns quarteirões da Sétima Avenida durante cerca de uma hora. Dentro da bolsa, foram encontrados livros e garrafas de água.

Segundo o "New York Times", este foi o segundo objeto suspeito encontrado na região nesta sexta. Mais cedo, assim como na tentativa de ataque no sábado, a polícia foi chamada por um vendedor de rua. Hassane Soliman Elbaz, de 30 anos, estava trabalhando na esquina da Rua 45 com a Oitava Avenida quando viu uma mala perto de uma lixeira. Dentro da mala, policiais encontraram apenas uma camiseta, meias, uma escova de dentes e canetas.

A mesma área foi fechada no sábado(1), quando foi alvo de um atentado frustrado. O paquistanês Faisal Shahzad foi preso, na segunda-feira, acusado de ter deixado um carro-bomba na Rua 45, perto da Sétima Avenida.

Fonte: G1, Reuters com complementos.

No mundo altamente integrado como o atual, ficasse muito mais fácil coordenar ações de qualquer ponto do planeta. A tecnologia está para o bem assim como está para o mal. Os norte-americanos que, por irônia do destino, são os precursores do capitalismo e consequentemente da expansão tecnológica só agora, com o inimigo batendo à porta, estão percebendo que mesmo longe geograficamente do Oriente Médio a guerra está bem proxima. Afinal, se Maomé não vai a montanha, a montanha vai até Maomé.
Bookmark  and Share

13 de mai de 2010

Ficha Limpa é aprovado na Câmara Federal, agora segue para o Senado

A Câmara dos Deputados aprovou a Ficha Limpa! Esta é uma vitória incrível para nós e todos os brasileiros. Obrigado a todos que ajudaram a fazer este grande dia se materializar! Quando a Ficha Limpa foi apresentada, muitos acreditavam que ela nunca iria passar. Até o presidente da Câmara, Michel Temer, disse diversas vezes que não acreditava que existia apoio político o suficiente para aprovar o projeto de lei.

No entanto, eles não esperavam a maior campanha online na história do Brasil. Com milhões de assinaturas, milhares de mensagens enviadas e de ligações feitas - nós tornamos o impossível possível, tomando controle de nossa democracia. Nós trouxemos de volta o poder político para as mãos da população.

E só estamos começando. Meio milhão de brasileiros estão recebendo este alerta. Juntos podemos nos tornar uma grande força para gerar mudanças políticas e sociais em nosso país e no mundo. Clique no link abaixo para participar de um chat ao vivo e parabenizar outros membros desta comunidade incrível, além de compartilhar idéias do que devemos fazer no futuro:

A Ficha Limpa ainda não é lei. Ela ainda precisa passar pelo senado e depois receber a sanção presidencial- talvez vamos precisar agir novamente nas próximas semanas, mantendo a pressão para garantir que a Ficha Limpa não seja enfraquecida ou mudada. Mais de 550.000 pessoas se mobilizaram através da Avaaz. Nós nos tornamos a maior rede virtual de engajamento político na história do Brasil, e parte do maior movimento global online do mundo.

Nós vimos que trabalhando junto nosso poder é fenomenal - juntos nós podemos começar a construir o Brasil, e o mundo, com que sonhamos. Clique aqui para se juntar ao chat ao vivo e conhecer essa comunidade incrível, que fez o Ficha Limpa acontecer:

http://www.avaaz.org/po/vitoria_ficha_limpa/?vl

Com um profundo agradecimentos e grande entusiasmo com o que podemos conquistar,

Graziela, Ricken, Alice, Pascal, Luis, Iain, Milena e toda a equipe Avaaz
Bookmark and Share

12 de mai de 2010

Avião sofre acidente ao tentar pousar e 103 morrem na Líbia

Um avião sofreu um acidente quando tentava pousar no aeroporto de Trípoli no início desta quarta-feira, matando 103 passageiros e tripulantes a bordo. Uma criança holandesa sobreviveu, informaram autoridades líbias."Todos os passageiros e tripulantes morreram, exceto uma criança", disse uma fonte de segurança líbia à Reuters no aeroporto de Trípoli. "Havia 93 passageiros e 11 tripulantes a bordo."

O ministro dos Transportes da Líbia, Mohamed Zidan, disse que uma criança de 10 anos, que tinha passaporte holandês, estava internada em um hospital. Os ferimentos da criança não provocavam risco de morte, afirmou o ministro em entrevista coletiva próxima ao local do acidente. Entre os mortos estavam 22 líbios, incluindo passageiros e tripulantes. O restante era de diversas nacionalidades, segundo uma autoridade líbia.

Fonte: Reuters

Apenas uma criança sobreviveu. Milagre? Conhecidência? Acaso? Apenas mais um simples sinal.
Bookmark  and Share

11 de mai de 2010

Igreja tem de reconhecer "terrível verdade" dos abusos, diz papa

O papa Bento 16 disse na terça-feira que a crise de abusos sexuais contra crianças cometidos por padres devem fazer a Igreja reconhecer a "terrível" verdade de que essa grande ameaça não vem de inimigos externos, mas do "pecado dentro da Igreja".

"Hoje nós vemos de uma forma verdadeiramente terrível que a grande opressão da Igreja não vem de inimigos externos, mas nasce do pecado dentro da Igreja", disse ele a jornalistas no avião que o leva para Portugal ao responder uma pergunta sobre os escândalos de abusos sexuais cometidos por padres.

Fonte: Reuters

As palavras do Papa são apenas um pequeno passo de uma longa estrada para que o Vaticano deixe seus vícios de lado e comece e a por em prática os ensinamentos mais elementares de Jesus.
Bookmark  and Share

BC do Brasil anuncia ajuda de US$ 286 milhões para a Grécia

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou nesta sexta-feira que o Brasil também participará do esforço para socorrer a economia da Grécia. O país vai emprestar US$ 286 milhões, através do Fundo Monetário Internacional (FMI). - O Brasil foi chamado, na qualidade de credor, para por dinheiro lá (na Grécia) - disse o ministro, depois de participar de almoço com empresários ligados ao Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Industrial (Iedi).

Ao todo, FMI e União Europeia vão conceder 110 bilhões de euros para a economia grega. A Alemanha será o país que mais vai contribuir individualmente para o pacote de ajuda, com 22,4 bilhões de euros (US$ 28,6 bilhões), em crédito ao longo de três anos. Nesta sexta-feira, países europeus deram o aval ao pacote de ajuda à Grécia. Alemanha, França, Itália, Portugal e Holanda aprovaram suas cotas no empréstimo. O governo da Espanha aprovou sua cota por decreto, com a votação parlamentar formal marcada para a próxima semana.

Mantega classificou o problema como "sério", mas criticou a volatilidade no mercado financeiro. - O problema foi sério, balançou o mundo todo, deixou todos nervosos. O mercado financeiro exagerou na dose.Mantega ainda disse que "está havendo uma demora da União Europeia para definir o pacote de ajuda", o que acabou agravando o problema de refinanciamento da dívida pública da Grécia. Em relação ao Brasil, voltou a dizer que o país é um dos mais preparados para enfrentar a crise e que os recursos que saíram nos últimos dias da bolsa de valores vão voltar "tão logo esse acordo (de socorro para a Grécia) seja fechado (pelos demais países-membros da União Europeia)".

Fonte: Reuters

Brasil, um novo-rico que gosta de exibir o que tem.
Bookmark  and Share

9 de mai de 2010

Ranking elege "BBB10" como programa de maior baixaria da televisão

O ranking "Quem financia a baixaria é contra a cidadania" é formulado a partir das reclamações feitas pelos telespectadores brasileiros e, para o azar - ou sorte? - de J. B. Oliveira, o Boninho, a décima edição do "Big Brother Brasil" está no topo da lista negra.

Cerca de metade das críticas enviadas à campanha, que foi iniciada em 2002 pela Comissão de Direitos Humanos na Câmara dos Deputados, são referentes ao participante Marcelo Dourado, cujas principais acusações se referem à homofobia e violência.

O ganhador do prêmio de R$ 1,5 milhão simplesmente chocou o país quando afirmou que heterossexuais estão imunes da AIDS, por exemplo. Por causa da bobagem falada durante o programa, a Rede Globo precisou emitir um esclarecimento quanto às formas de contração da doença.

Seguindo a ordem do ranking, o segundo lugar ficou com o programa "Pegadinhas Picantes", do SBT e, logo atrás, o humorístico "Pânico na TV". Os programas policias da Bahia e de Pernambuco vêm para fechar o "top 5": "Se Liga Bocão", da TV Itapoan (relacionada à Record), se encontra na quarta posição; "Bronca Pesada", da TV Jornal (que tem ligação co o SBT), em quinto.

Fonte: MSN Noticias
Bookmark  and Share

8 de mai de 2010

País quebrado, protestos e mortes: resultado do abuso dos homens do poder na Grécia

Governo grego tem que lidar com insatisfação da população, que foi às ruas. Outros países enfrentam resistência a ajudar país que ‘não fez sua parte’.

O parlamento da Grécia aprovou nesta quinta-feira (6) o plano do governo para reduzir o déficit fiscal (diferença entre arrecadação e gastos) do país, atualmente em 13,6% do Produto Interno Bruto (PIB). O pacote, que inclui aumento de impostos e redução de salários, é condição para que o país tenha acesso ao pacote de ajuda de 110 bilhões de euros (US$ 146 bilhões) patrocinado pelas nações da zona do euro e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

No entanto, a reação dos mercados nesta quinta mostrou que os investidores não estão convencidos de que os problemas da Grécia estão perto de serem resolvidos. Especialistas ouvidos pelo G1 dizem que o resgate à Grécia será um teste importante para a zona do euro, tanto política quanto economicamente.

É o primeiro grande teste de fogo do projeto Europa. Os outros governos da região vão ter que lidar com o fato de que o dinheiro está indo para um país que não fez sua parte quando se trata de austeridade fiscal"João Alberto Alves Amorim, professor de Relações Internacionais.

O parlamento da Grécia aprovou nesta quinta-feira (6) o plano do governo para reduzir o déficit fiscal (diferença entre arrecadação e gastos) do país, atualmente em 13,6% do Produto Interno Bruto (PIB). O pacote, que inclui aumento de impostos e redução de salários, é condição para que o país tenha acesso ao pacote de ajuda de 110 bilhões de euros (US$ 146 bilhões) patrocinado pelas nações da zona do euro e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

No entanto, a reação dos mercados nesta quinta mostrou que os investidores não estão convencidos de que os problemas da Grécia estão perto de serem resolvidos. Especialistas ouvidos pelo G1 dizem que o resgate à Grécia será um teste importante para a zona do euro, tanto política quanto economicamente.

Gregos protestam em frente ao Parlamento  nesta quinta-feiraGregos protestam em frente ao Parlamento nesta quinta-feira (Foto: Thanassis Stavrakis/AP)

“É o primeiro grande teste de fogo do projeto Europa. Os outros governos da região vão ter que lidar com o fato de que o dinheiro está indo para um país que não fez sua parte quando se trata de austeridade fiscal”, diz João Alberto Alves Amorim, professor dos cursos de Relações Internacionais e de Comércio Internacional da Universidade Anhembi Morumbi.

Outra face do problema é a reação da população grega, que foi às ruas contra o plano aprovado pelo parlamento. “A grande questão é se o governo grego segura a rua. Temos que lembrar que os políticos estão pensando não só na próxima geração mas também na próxima eleição”, diz Antonio Gelis Filho, professor da Fundação Getúlio Vargas. “Será que o governo grego vai ter apoio da Alemanha para acalmar a população? Porque a postura da Alemanha tem sido um pouco hesitante”, afirma o especialista, se referindo ao país europeu que vai arcar com a maior parte da ajuda financeira à Grécia.

A Grécia tem economia baseada principalmente na agricultura e no turismo e entrou na União Europeia em 1981. Faz parte também da zona do euro, conjunto de 16 países que adotaram a moeda comum.

“Os países mais pobres da Europa que entraram na União Europeia estão sofrendo muito com a crise econômica. A crise se deve a uma dificuldade de manter padrões do euro depois da retirada das ajudas, já que no início eles receberam muito dinheiro do bloco”, diz Amorim.

“Quando o país ingressa em uma união monetária perde uma das suas principais ferramentas para administrar sua própria moeda, que é poder desvalorizar a moeda, o que torna mais competitiva a sua produção. A Grécia não dispõe disso”, explica Gelis. “E a Grécia também é uma economia pouco competitiva quando comparada a outras da União Europeia.”

Neste cenário, a Grécia começou a ter déficits fiscais, mas, na época pré-crise, com a grande liquidez internacional, não teve dificuldades de emitir títulos e se endividar. Além disso, os especialistas lembram que o país foi acusado de falsificar estatísticas sobre sua economia entregues à UE no ano passado, que faziam sua situação parecer melhor do que de fato era.

Medidas impopulares

Como condição para receber ajuda da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI), o governo teve que propor medidas para cortar seus gastos, muito impopulares com a população grega. Os planos incluem o congelamento de salários de funcionários públicos, redução de pensões e aumento de impostos, medidas que mexem no bolso dos gregos.

Fonte: G1
Bookmark  and Share

7 de mai de 2010

Concurso Cultural Aurélio: O Caçador de Palavras

Estão abertas as inscrições para o cuncurso em homenagem a Aurélio Buarque de Holanda, O alagoano que fez o português ser mais brasileiro.

Aurélio construiu sua carreira literária, atuando como contista, cronista, tradutor de clássicos internacionais (a exemplo das obras do francês Charles Baudelaire) e revisor de autores brasileiros consagrados como Manuel Bandeira, José Lins do Rego e Rachel de Queiroz. é natural da cidade de Passo de Camaragibe, passou a infância em outra cidade interiorana de alagoas, Porto de Pedras, depois na capital Maceió, mudando-se posteriormente para Porto Calvo, também no interior alagoano. Mas, foi vivendo no Rio de Janeiro a partir de 1933, que Aurélio Buarque fez de sua vida uma grande homenagem à palavra.

Aurélio foi eleito em 4 de maio de 1961 para a Academia Brasileira de Letras, onde publicou diversos artigos e críticas literárias. Porém, entre tantas contribuições à língua portuguesa, a maior delas veio na forma do mais completo dicionário já feito no País: o famoso Dicionário Aurélio, responsável por democratizar e desmistificar nossa língua.

O "Concurso Cultural Aurélio: o Caçador de Palavras" está sendo promovido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte de Alagoas. Tem como público-alvo estudantes regularmente matriculados no ensino fundamental e ensino médio bem como na modalidade de EJA (Educação de Jovens e Adultos) das escolas públicas e localizadas no Estado de Alagoas. Cada ano/fase/etapa/série deverá escrever textos pertencentes a um gênero com as seguintes categorias: Poesia, Memórias ou Artigo de opinião.

Inscrições:
Serão feitas por escola, na regional a que pertence, credenciando-se como participante do Concurso Cultural, através do preenchimento e entrega da ficha de inscrição.

Premiação:
O concurso está oferecendo uma ótima recompensa para aquele alune que atuar da melhor forma em homenagem ao pai do dicionário mais conhecido do país. O 1º colocado ganhará 01 notebook + kit Aurélio (livros). O 2º colocado ganhará 01 filmadora portátil + kit Aurélio (livros) e o 3º colocado receberá 01 câmera digital + kit Aurélio (livros). Os prêmios são iguais para as colocações finais em todas as três categorias e são destinados tanto aos alunos quanto aos seus respectivos professores orientadores. A entrega da premiação acontecerá no mês de novembro de 2010.

Para mais informações leia clicando aqui o Regulamento do concurso.

Visite: www.centenarioaurelio.com.br

Bookmark and Share

O Paredista em PDF

Diante dos pedidos feitos através dos comentários na publicação anterior sobre o jornalzinho O PAREDISTA, estamos disponibilizando o arquivo digitalizado no formato PDF em nosso HD MODERNO. Então, basta acessar, clicar e fazer o download do arquivo para guardar e ler essa nova edição do folheto universitário.

Clique aqui para ir ao nosso HD Moderno ou acesse clicando no ícona na barra ao lado.
Clique aqui para baixar diretamente O Paredista em PDF.

Bookmark and Share

5 de mai de 2010

EMAIL:


enviado por Lidiane Herculano
acadêmica de Biblioteconomia

Imagine uma casa em que todos os cômodos, menos os quartos, são tomados por livros e brinquedos. Uma casa com duas cozinhas, a primeira delas ocupada por uma biblioteca; a outra, por uma brinquedoteca. A sala de jantar e a garagem são usadas como salas de estudos. A sala de visitas, como pinacoteca. Essa casa existe e fica na periferia de Arapiraca, em Alagoas. “Hoje, para os seus dez moradores, a casa “tradicional” se resume só os quartos, por enquanto”, diz Maria das Neves da Silva, servidora pública municipal e mãe de Clarinha Gonçalves (acima, na foto principal), a maior responsável pela “redecoração” dos ambientes.

Foi por causa da paixão de Clarinha pelos livros que a família começou, até meio sem saber o que estava fazendo, o projeto de transformar a casa numa biblioteca infantil. - Com cinco meses, ela já dedicava uma atenção especial aos livros. Pouco antes de completar quatro anos, pegava os livros e “lia” pausadamente, como se já fosse alfabetizada. Isso fez com que o pai, a avó e outros membros da família começassem a dar livros de presente - relembra Maria das Neves.

Os livros continuaram chegando e o quarto de Clarinha ficou pequeno. Os livros foram parar na antiga cozinha da casa e foi assim que nasceu a “Tequinha”, como a família de Clara carinhosamente chama a bibliotequinha da menina.
- É como se eu tivesse duas filhas gêmeas, a Clara e a “Tequinha”. Aqui na cidade não se tem muito lazer. A diversão são os bares e clubes. Não quero isso para minha filha - afirma Maria das Neves.
Daí em diante, a “filha mais nova” da senhora Neves só fez crescer e ocupar mais espaços na casa. Ao ponto da cozinha nova nunca ser inaugurada e virar a brinquedoteca. Atualmente, a família usa a cozinha da tia de Clara, na casa vizinha. As atividades da biblioteca tomam todos os espaços da casa. Até o jardim. Inaugurada há dois anos, a biblioteca serviu também para facilitar a interação de Clara com os amiguinhos.

- Os coleguinhas dela vinham aqui em casa para brincar e, quando chegavam, Clara estava lendo. ‘Volte depois’, eu dizia. Uma amiguinha dela dizia que ‘a Clara só quer brincar de escola’ (risos). O pior é que quando os coleguinhas voltavam ela ainda estava lendo! Então resolvemos pedir para eles entrarem e começarem a ler também - conta a mãe de Clara. Hoje com 10 anos, a pequena Clara adora a “casa diferente” que tem. Lê cerca de 20 livros por mês. Gosta muito da Coleção do Querido Diário Otário (12 edições) e dos gibis da Turma da Mônica.

- A minha casa é muito legal minha casa, assim diferente. Gosto muito da biblioteca e da brinquedoteca. Meus amigos também. Eles não lêem tanto quanto eu, mas também gostam de ler e de vir aqui - conta Clarinha. Atualmente, a casa de Clarinha é aberta à visitação pública, inclusive de escolas da cidade, que duram em geral uma hora. - Temos que dar acesso, democratizar o livro. A gente libera tudo: o corredor, o jardim. Queremos que a Tequinha seja um lugar sedutor e aconchegante para criança ler. A gente sabe que a criança quando é estimular desde cedo pode se tornar leitora. E, se deixar, elas ficam o dia todo lá! - afirma Maria das Neves.
Antes de terminar a conversa, Maria das Neves me faz uma última confidência: “Ainda quero fazer uma Cinemateca, será que cabe?”.

Fonte: http://iurirubim.blog.terra.com.br/tag/alagoas/
Bookmark and Share

Brasil firma acordo de cooperação militar com os EUA

O Brasil quer aproveitar a Cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) para expor detalhes do acordo militar que assinou este mês com os Estados Unidos e que, apesar das explicações dadas anteriormente e da garantia de que não prevê a instalação de bases, ainda gera dúvidas entre alguns de seus vizinhos.O presidente Luiz Inácio Lula da Silva oferecerá a seus colegas da Unasul detalhes do acordo de cooperação militar de oito pontos, assinado no último dia 12 de abril em Washington, explicaram à agência Efe fontes diplomáticas brasileiras.

Lula repetirá os esclarecimentos já dados por outras autoridades para deixar claro que o tratado não prevê a instalação de bases militares americanas no país nem o acesso de soldados dos Estados Unidos a bases brasileiras.A entrega de informação procura demonstrar o compromisso do Brasil com o pacto de transparência e confiança entre os países da Unasul, que o próprio Lula impulsionou para superar a crise que surgiu com o acordo pelo qual a Colômbia permitirá que os Estados Unidos usem pelo menos sete bases militares em seu território.

O cônsul dos EUA em São Paulo, Thomas White, reconheceu recentemente que Washington e Brasília tiveram cuidado para impedir que o anúncio do acordo tivesse a repercussão negativa que teve o tratado com a Colômbia."Temos capacidade de aprender. Consultamos os vizinhos antes do anúncio do acordo, o que não foi muito bem feito no caso da Colômbia", disse o diplomata.

Em todas as instâncias, o Brasil deixou claro que o tratado é semelhante ao que assinou com países como França e China, e que, em lugar de tropas, prevê a troca de tecnologia, a colaboração em projetos de defesa e a negociação de armamento. Segundo o Itamaraty, o convênio é semelhante a outros 28 acordos de cooperação militar assinados pelo Brasil e com 29 protocolos bilaterais em vigor.

O pacto cria um marco de cooperação para organizar visitas mútuas de delegações militares, colaborar em assuntos técnicos e realizar encontros entre instituições de defesa, intercâmbios de estudantes e instrutores e treinamentos militares conjuntos. O acordo, que prevê as bases jurídicas para as compras mútuas de armas e a transferência de tecnologia, foi negociado durante sete anos e substituirá um pacto anterior assinado entre os países após a Segunda Guerra Mundial e suspenso pelo Brasil em 1977.

O Governo federal tem interesse na tecnologia militar americana e em facilitar as negociações de venda aos Estados Unidos de até 200 aviões de treino para pilotos militares. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, admitiu que o acordo "ajudará" a Embraer em uma licitação do Governo americano para a compra de aviões para combater guerrilhas. Segundo Jobim, o acordo pode permitir inclusive que a secretaria de Defesa dos EUA suspenda a licitação internacional e adquira diretamente os aviões Supertucano, que a Embraer já vendeu a países como Colômbia, Chile, Equador e República Dominicana.

O acordo de cooperação é semelhante ao que o Brasil assinou com a França e que prevê a compra de armas e material militar por até US$ 12 bilhões. O convênio com a França estabelece a construção conjunta de um submarino de propulsão nuclear e de outros quatro convencionais do modelo francês Scorpene, assim como do estaleiro onde se fabricarão os navios e de uma base naval de apoio. Inclui ainda a venda ao Brasil de 50 helicópteros que serão fornecidos por um consórcio formado pela brasileira Helibras e a europeia Eurocopter, filial do grupo europeu EADS.

O Brasil assinou no ano passado um acordo semelhante com a China, que prevê o desenvolvimento conjunto de suas indústrias de defesa, a colaboração em ciência e tecnologia e a capacitação de pessoal, assim como exercícios militares conjuntos com mais de oito mil homens.

Fonte: EFE

A política internacional do Brasil funciona. Firmou acordos inteligentes com países de características ideológicas de governo antagônicas, ou seja, o Brasil evoluiu e viu que não há mais diferença entre comunistas e capitalistas. O que manda é o dinheiro.

Bookmark and Share

4 de mai de 2010

O Paredista

Como a imagem acima demonstra, o ilustre periódico O PAREDISTA está de volta. O "jornalzinho" surgiu no ano de 2001 através de estudantes universitários palmarinos que distribuiam os folhetos no ônibus para que os colegas e amigos passassem o tempo da viagem entre a terra da liberdade e a capital de Alagoas lendo textos cômicos, resenhas, críticas sociais e tudo mais que chegava nas mãos dos editores.

O Paredista voltou a circular nesse ano de 2010 após um grande período sem publicações. Os estudantes Arthur Januário, Igor Monteiro e Dallas Diego (pois é, o também colaborador do Tempo Moderno) ressuscitaram o panfleto que, com uma tiragem de 150 exemplares, foi distribuído em todos os ônibus que transportam os estudantes universitários e técnicos à Maceió.

Parabéns aos estudantes que recolocaram em prática essa boa ideia. A liberdade de expressão e criatividade é um cerne que os jovens não podem deixar de lado.

Quem ficou curioso ou apenas gostaria de dar uma espiada no jornalzinho pode entrar contato com a redação pelo e-mail o_paredista@hotmail.com

Bookmark and Share

Woodstock no Brasil?!


O Woodstock - no original, Woodstock Music & Art Fair, clássico festival de música que ocorreu de 15 a 18 de agosto de 1969 na zona rural de Nova York vai mesmo ganhar uma edição brasileira em 2010. Ao que tudo indica, o festival vai acontecer em outubro, com a programação dividida em três dias. Apesar de muita especulação, ainda não há nenhum artista confirmado oficialmente. Os produtores iniciaram os contatos e estão na lista: Foo Fighters, Pearl Jam, Rage Against The Machine, Bob Dylan, Lady Gaga(?)... Vamos aguardar o line up oficial.

O Woodstock foi o precursor dos demais grandes festival de música que aconteceram nos anos seguintes. O festival exemplificou a era hippie e a contracultura do final dos anos 1960 e começo de 70. Trinta e dois dos mais conhecidos músicos da época (ente eles: Santana, Grateful Dead, Creedence Clearwater Revival, Janis Joplin, The Who, The Band, Jimi Hendrix...) apresentaram-se durante um chuvoso fim de semana defronte a meio milhão de espectadores. Apesar de tentativas posteriores (1994, 1998) de emular o festival, o evento original provou ser único e lendário, reconhecido como uma dos maiores momentos na história da música popular. Será o Brasil um renovador da energia contida no festival ou apenas mais um produto a ser vendido sem conteúdo? Vamos aguardar.

Fonte: Rolling Stone

Walter A.